Inimigos tradicionais se unem para eleger Amazonino Mendes novo prefeito de Manaus

Fortes indícios apontam que, neste segundo turno, Eduardo Braga e Arthur Neto estão unidos para eleger Amazonino Mendes o próximo prefeito de Manaus

Manaus | AM

Tradicionais inimigos políticos, o atual prefeito de Manaus, Arthur Neto e o senador da República, Eduardo Braga, parecem ter se unido, mesmo que de forma velada, com o objetivo de fazer com que o candidato Amazonino Mendes seja o próximo prefeito de Manaus. Isto porque, apesar de não declarar publicamente seu apoio a Amazonino, pessoas próximas a Arthur e de seu próprio partido, o PSDB, estão pedindo votos para o ‘Negão’, neste segundo turno das Eleições 2020.

Por diversas vezes, Arthur e Braga – que está no arco de aliança de Amazonino Mendes desde o primeiro turno com o Movimento Democrático Brasileiro (MDB) – trocaram ‘farpas’ e fortes acusações em cenário nacional. Em 2008, por exemplo, Arthur era senador e Braga governador do Amazonas. Durante pronunciamento na tribuna do Senado Federal, Arthur disse que Braga patrocinava a corrupção e chegou a pedir a criação de uma comissão para investigar as supostas obras fantasmas no Estado.

Nesta mesma oportunidade, ele disse que Braga criava gado no Acre, denunciou uma duplicidade nos recursos da BR-307, que liga Benjamin Constant a Atalaia do Norte, e acusou o então governador de ter comprado um terreno na periferia da cidade pelo valor de R$ 2,4 milhões e revendido por R$ 23 milhões, seis meses depois. A série de acusações rendeu matéria no site ‘Senado Notícias’ e pode ser conferida clicando aqui.

Durante as eleições suplementares de 2017, em decorrência do impeachment do então governador José Melo, Arthur declarou seu apoio a Amazonino Mendes que era o principal concorrente de Eduardo Braga, na época. Tanto que os dois protagonizaram um segundo turno que elegeu Amazonino governador do Estado. Na oportunidade, Braga esperava o apoio de Arthur, tendo em vista que um ano antes, em 2016, nas eleições para prefeito, o MDB apoio o PSDB, fazendo com que Rotta, provável adversário de Arthur naquele momento, se tornasse visse dele. “Isso é democracia”, desabafou Braga, na época.

A guerra entre Braga e Arthur, conforme matéria publicada pela revista ‘Veja’, em 2016, chegou a ir para a esfera judicial e rendeu acusações de compra de votos e brigas familiares. “As desavenças entre os dois, se afloraram, em 2010, quando o líder do PSDB, Arthur Neto, perdeu a cadeira de senador. Braga, à época governador, interrompeu o mandato para ingressar na disputa, estendendo seu palanque para a comunista Vanessa Grazziotin. A dupla conquistou duas vagas, impondo um duro revés para Neto. Desde então, o tucano declarava guerra ao peemedebista”, diz trecho da reportagem.

Em 2019, após a estreia da série documental da Netflix, ‘Bandidos na TV’, Arthur não perdeu a oportunidade de alfinetar Braga. “Ficou provado que o então governador Eduardo Braga é uma pessoa extremamente vingativa, que usa todos os meios para prejudicar seus adversários”, disse ele durante uma coletiva de imprensa.

Na Eleições 2020, Arthur e Braga estiveram, novamente, em lados opostos no primeiro turno. Arthur apoiou Alfredo Nascimento e Braga apoiou Amazonino Mendes. Agora, ao que tudo indica, eles estão juntos. No domingo (22), o vereador Gilvandro Mota, disse, em postagem no seu perfil do Facebook, que a decisão do diretório municipal do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), o mesmo de Arthur, é de apoiar o candidato à Prefeitura de Manaus, Amazonino Mendes.

A publicação foi feita para esclarecer o apoio do vereador até então ao candidato a prefeito David Almeida. “No começo da semana, declarei meu apoio ao candidato David Almeida no 20 turno das eleições para prefeito de Manaus”, diz ele, “todavia, por decisão do diretório municipal do meu partido, o PSDB, e por não concordar com a aliança firmada entre o candidato e um grupo político do Estado, venho aqui informar a todos os meus seguidores e apoiadores que retiro o meu apoio ao David”. O texto é um forte indício de que, mesmo em silência, Arthur está mais próximo de Braga e de Amazonino Mendes.

Vereador do partido de Arthur Neto diz que decisão é apoiar Amazonino Mendes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Justiça determina que empresa mantenha fornecimento de oxigênio a hospital da rede particular

David Reis suspende todas as atividades da Câmara Municipal até o fim de janeiro

Helder Barbalho também fecha acesso com o AM pela Transamazônica