Manaus registra menor número de homicídios dos últimos quatro anos

AMAZONAS | Manaus registrou queda nos índices de homicídio. Em novembro deste ano, a cidade teve o menor número de casos de assassinatos para o mês dos últimos quatro anos. Com 51 ocorrências, a redução é de 25% na comparação com o mesmo período do ano passado, quando ocorreram 68 mortes. Depois de fevereiro, novembro foi […]

03/12/2018 20:43

Comunicar Erro

AMAZONAS | Manaus registrou queda nos índices de homicídio. Em novembro deste ano, a cidade teve o menor número de casos de assassinatos para o mês dos últimos quatro anos. Com 51 ocorrências, a redução é de 25% na comparação com o mesmo período do ano passado, quando ocorreram 68 mortes. Depois de fevereiro, novembro foi o mês com menos casos de mortes violentas de 2018 na capital amazonense.

Também no mês de novembro as ocorrências de latrocínio caíram e contabilizaram a menor quantidade de casos para o mês desde 2015. Foram cinco latrocínios em novembro, queda de 29% na comparação com novembro do ano passado.

Os dados são da Secretaria Executiva Adjunta de Inteligência, da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SEAI/SSP-AM), e foram divulgados na tarde desta segunda-feira (3/12) pelo titular da SSP, Coronel Amadeu Soares, na sede da secretaria, localizada no bairro Monte das Oliveiras, zona norte de Manaus.

De acordo com o secretário, os números refletem ações das forças de segurança que têm atuado de forma repressiva e estratégica por meio do aumento das operações policiais, patrulhamento nas ruas e inteligência. “Essa redução é resultado do trabalho da polícia com a intensificação das operações e a ajuda da população que tem denunciado bastante. O sistema de segurança vai continuar com a pegada, vai continuar com a batida até o dia 31 de dezembro que é quando a gente vai passar o bastão”, ressaltou o coronel.

Os dados fazem parte dos indicadores de criminalidade da SSP-AM que servem de parâmetro para o planejamento e execução de políticas públicas para a área. O mapa envolve os principais indicadores de violência e a produtividade das polícias, como combate ao tráfico de drogas e recuperação de bens.

De janeiro até novembro de 2018, as polícias do Amazonas já prenderam 683 pessoas suspeitas de autoria de homicídios em Manaus e outras 64 por latrocínio. Em novembro, a polícia prendeu 52 suspeitos de homicídio e dois de latrocínio, conforme indicadores da SEAI. “O que nós estamos fazendo é a repressão qualificada. A implantação de mudanças solicitadas pela Polícia Civil ao secretário de segurança foram essenciais para otimização dos inquéritos, aumento na quantidade de prisões e operações, facilitando a ação da polícia”, ressaltou o Delegado Geral Adjunto da Polícia Civil, Ivo Martins.

Do total de 51 homicídios registrados em novembro, 46 vítimas eram do sexo masculino, sendo que 18 deles tinham entre 18 a 24 anos de idade. Segundo levantamento preliminar do setor de inteligência, 32 casos tiveram características de execução. Os dados mostram que 39 mortes foram ocasionadas por armas de fogo, 9 por arma branca, 2 por agressão física e uma por outros meios de execução.

 

Queda acumulada:
Em 2018, os indicadores da SSP-AM apontam redução no número de homicídios de janeiro até novembro. No acumulado dos onze meses, a capital do Amazonas registrou 837 homicídios, o que representa uma redução de 5,2% no número de casos frente a igual período de 2017, quando a capital totalizou 883 casos.