Wallace Oliveira repudia decisão do STF sobre restrição de cultos e atividades religiosas

O parlamentar Wallace Oliveira declarou sua defesa em relação ao que denominou um tipo de perseguição as igrejas e templos religiosos

Manaus | AM | Com informações da assessoria de imprensa

O vereador Wallace Oliveira (Pros) repudiou a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre manter a restrição temporária de atividades religiosas coletivas presenciais, na manhã desta segunda-feira (12), no plenário da Câmara Municipal de Manaus (CMM). A decisão foi deferida para o Estado de São Paulo como medida de enfrentamento da pandemia da Covid-19.

O parlamentar declarou sua defesa em relação ao que denominou um tipo de perseguição as igrejas e templos religiosos. “Declaro aqui que esse nível de perseguição não passará em branco, aconteça o que acontecer, a igreja continuará de pé, cumprindo seu papel social. Não estamos descumprindo as regras, por isso as mesmas não pode ser taxadas dessa forma”.

Ao final, o parlamentar cobrou a fiscalização devida não somente aos templos, mas também a todos os demais locais que devem respeitar as medidas de prevenção e segurança contra o novo coronavírus. “Queremos que o Poder Público entenda que as igrejas e templos religiosos estão sim cumprindo com suas obrigações e respeitando as normas de prevenção e segurança durante essa pandemia”, finalizou

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Portugal reconhece certificados de vacinação emitidos pelo Brasil

Governo federal cria programa para expandir telecomunicações na Amazônia

Cartórios eleitorais do interior do AM voltam a atender presencialmente