Vereadores de Manaus votam aumento de salários, mesmo com ‘congelamento’ de lei federal

De acordo com o Artigo 8 da Lei Complementar nº 13, de 27 de maio de 2020, aprovada em Brasília, os reajustes de salários de membros de poderes e órgãos estão suspensos até o dia 31 de dezembro de 2021

Manaus | AM

Durante sessão extraordinária, nesta segunda-feira (21), os vereadores da Câmara Municipal de Manaus (CMM) aprovaram o aumento dos seus próprios salários, do salário do prefeito, vice, secretários e subsecretários, mesmo diante da lei federal que proíbe o reajuste, por conta da pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

De acordo com o Artigo 8 da Lei Complementar nº 13, de 27 de maio de 2020, aprovada pelo Congresso Nacional e assinada pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, os reajustes de salários de membros de poderes e órgãos estão suspensos até o dia 31 de dezembro de 2021.

Com a aprovação do reajuste, assim que a lei federal for revogada ou expire, os vereadores passarão a receber R$ 18,9 mil. Atualmente, o vencimento é de R$ 15 mil, o que representa um acréscimo de mais de 25%. Já o prefeito receberá R$ 27 mil, o vice R$ 26 mil, secretários R$ 21 e subsecretários R$ 19 mil.

 

2 respostas

  1. Boa noite com todo respeito cande respeito almeta próprios salário em veis de ajuda povo vê uma forma de melhora transporte saneamento básico saúde melhor destribusca o de servicoes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

David Reis diz que vereadores decidirão se licitação das 41 picapes vai continuar na CMM

Bolsonaro afirma que Governo Federal zerou impostos de medicamentos

Marcelo Ramos afirma que aumento do IOF é uma maldade com o povo brasileiro