TRF-4 revoga prisão de Cunha, porém ex-deputado segue permanece detido em casa

A revogação é referente à prisão preventiva decretada pela 13ª Vara Federal de Curitiba, em outubro de 2016, na operação 'Benin'

Manaus | AM

Nesta quarta-feira (28), a 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) revogou a prisão do ex-deputado federal Eduardo Cunha. Ele é investigado na operação ‘Lava-Jato’.

A revogação é referente à prisão preventiva decretada pela 13ª Vara Federal de Curitiba, em outubro de 2016, na operação ‘Benin’. O ex-deputado, porém, segue em prisão domiciliar por conta de outra preventiva, da operação ‘Sepsis’, julgada pelo TRF-1.

Diante disso, o Habeas Corpus do TRF-4 determinou a retirada da tornozeleira eletrônica que estava sendo usada por Cunha. Ele deve permanecer em casa e não pode sair do País.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Wilson Lima entrega 3 toneladas de alimentos na Zona Sul de Manaus

Aproximação de Dermilson Chagas e Eduardo Braga fica explícito nas redes sociais

O desafio das deputadas da Aleam para conciliar política e maternidade