STJ adia julgamento de recurso de Lula no caso tríplex

Lula chegou a cumprir pena na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, no Paraná, mas foi solto depois que o STF proibiu a prisão em segunda instância

Manaus | AM

Previsto para ser julgado, nesta terça-feira (27), pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), o recurso apresentado pela defesa do ex-presidente Lula (PT), no processo do tríplex do Guarujá – em que o petista foi condenado a 8 anos e dez meses, foi adiado.

A defesa do ex-presidente chegou a recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF) pedindo a suspensão do julgamento, mas o ministro Edson Fachin, relator da operação ‘Lava Jato’, na Corte, negou a liminar por não considerar ‘ilegalidade evidente no caso’.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tony Medeiros se irrita com colegas e pede para vice da ALEAM encerrar sessão

Licenciamento para mercado de gás natural proporciona geração de renda e emprego no Amazonas

Estados e municípios tiveram superávit de R$ 42,9 bilhões em 2020, o maior da série histórica