Procuradoria do Peru investiga Keiko Fujimori por suspeita de suborno

Segundo áudios, o ex-assessor de Inteligência do país, Vladimiro Montesinos, teria tentado subornar membros do Tribunal Eleitoral daquele país para favorecer a candidata de direita Keiko Fujimori, nas eleições

Manaus | AM | Agência Brasil

Um procurador que cuida de casos de corrupção no Peru iniciou investigação sobre Keiko Fujimori por supostas ligações com o ex-assessor de Inteligência do país, Vladimiro Montesinos, hoje preso. Segundo áudios, ele teria tentado subornar membros do Tribunal Eleitoral daquele país para favorecer a candidata de direita nas eleições.

Fujimori, que falou sobre a investigação no Twitter, disse que não tem relação com o caso das conversas telefônicas de Montesinos, um novo tema controverso, e que se soma ao intrincado processo eleitoral peruano, que ainda não tem os resultados oficiais sobre quem será o próximo governante, quase um mês depois de sua realização.

Para declarar o vencedor das eleições, que segundo a contagem de votos é o socialista Pedro Castillo, o Tribunal Eleitoral deve resolver antes todos os pedidos de impugnação, a maioria apresentados sem grandes provas por Fujimori.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Portaria transforma Palácio da Justiça em Museu do Judiciário e institui Selo Histórico TJAM

MPF no Amazonas prorroga regime integral de teletrabalho até 31 de agosto

Rosa Weber mantém Hugo Levy afastado do cargo de juiz do TJAM