Presidente de Portugal veta novamente lei que permitiria eutanásia

O veto, anunciado na noite de segunda-feira (29), citou a linguagem usada no Projeto de Lei (PL) para descrever doenças terminais, que o presidente de Portugal, Rebelo de Sousa, disse ser contraditória às vezes e necessitar de esclarecimento

Manaus | AM | Agência Brasil

O presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, vetou pela segunda vez uma lei que permitiria que doentes terminais buscassem assistência de um médico para por fim à vida, o que, na prática, adiou a legislação até um novo Parlamento ser eleito.

O veto, anunciado na noite de segunda-feira (29), citou a linguagem usada no Projeto de Lei (PL) para descrever doenças terminais, que Rebelo de Sousa disse ser contraditória às vezes e necessitar de esclarecimento.

O Parlamento pode emendar a legislação ou anular o veto presidencial, mas é improvável que tenha tempo para qualquer uma destas ações antes de ser dissolvido, o que precederá uma eleição antecipada para 30 de janeiro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Produção de café no Amazonas cresce dez vezes em 4 anos

Estado vislumbra cenário positivo para feiras de produtos regionais em 2022

Governo de Roraima vai gastar quase R$ 7,5 milhões com reforma de duas escolas estaduais

Nós usamos cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site.