Portaria prorroga regime de teletrabalho do MPF no Amazonas até 31 de março

Suspensão do retorno de atividades presenciais das unidades do órgão no Amazonas se dá como medida de prevenção ao contágio de Covid-19

Manaus | AM

Considerando o atual estado de calamidade pública decorrente da pandemia de Covid-19 no Amazonas, o Ministério Público Federal (MPF) prorrogou o período de regime integral de trabalho remoto até 31 de março por meio da Portaria n. 36, de 10 de março de 2021.

A portaria suspende o retorno gradual das atividades presenciais das unidades do MPF no Amazonas com o intuito de dar continuidade na adoção de mecanismos de prevenção ao contágio de Covid-19.

Membros, servidores e estagiários do MPF no Estado continuarão prestando serviços por meio de teletrabalho. Caso necessário, os cidadãos deverão utilizar os meios eletrônicos para acessar os serviços do MPF, como protocolo de documentos, consultas a andamentos de processos ou envio de representações. As informações estão disponíveis no endereço mpf.mp.br/mpfservicos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bolsonaro cobra pedidos de impeachment de ministros do STF a senador Jorge Kajuru

Vereador Caio André cobra reabertura do CSU do Parque 10

Internautas chamam a atenção de deputado Dermilson Chagas em rede social