Omar Aziz chama filho mais novo de Bolsonaro de ‘marginal’

O presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia, senador Omar Aziz, deu a declaração durante sessão, nesta quarta-feira (22)

Manaus | AM

O presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia, senador Omar Aziz (PSD), chamou de “marginal” Jair Renan Bolsonaro, filho mais novo do presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), após o mesmo mostrar armas de fogo e enviar um ‘recado’ à comissão.

“Você sabe quem tem esse linguajar? É marginal. Marginal que chama arma de fogo de brinquedo. É um marginal, não é um jovem”, disse Aziz.

O senador Randolphe Rodrigues (Rede) completa: “No Nordeste é maloqueiro né?”. Em seguida, o relator da CPI, senado Renan Calheiros (MDB), afirmou: “Isso significa dizer que é mais um filho do presidente que não recebeu educação dele. Essa ameaça é uma coisa estapafúrdia contra uma instituição parlamentar, que com todas as dificuldades que o Brasil está fazendo sua parte”, frisou Calheiros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Eduardo Braga se reúne com lideranças em churrascaria de Manaus

Dnit-AM vai gastar mais de R$ 9,2 milhões em contrato com empresa do Rio de Janeiro

Bolsonaro grava vídeo confirmando vinda a Manaus, nesta quarta-feira; veja vídeo