MPE requisita investigação de comício com aglomeração de pessoas em Nhamundá

Por conta do ocorrido, foi convocada uma reunião, para esta sexta-feira (9), com os representantes dos partidos políticos e coligações locais, na sede da Promotoria de Justiça de Nhamundá

Manaus | AM | Com informações da assessoria de imprensa

O Ministério Público Eleitoral (MPE-AM) requisitou providências às autoridades policiais e de vigilância sanitária, que atuam em Nhamundá, para apurar suposto cometimento de delito e possível descumprimento das medidas de segurança e prevenção à Covid-19.

A medida, tomada pelo promotor eleitoral Márcio Pereira de Mello, decorre da identificação de indícios de descumprimento das normas de saúde pública impostas pela pandemia, durante comício eleitoral realizado no último sábado (2), o que pode causar graves consequências à população daquele município.

O comício foi promovido pela candidata à prefeitura Marina Pandolfo, do Partido Social Democrático (PSD), e noticiado em diversos sites jornalísticos amazonenses, com registro de grande aglomeração de pessoas, muitas delas sem máscara, tanto no palanque quanto em meio ao público, em desrespeito às medidas de segurança determinadas pelas autoridades sanitárias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tony Medeiros se irrita com colegas e pede para vice da ALEAM encerrar sessão

Licenciamento para mercado de gás natural proporciona geração de renda e emprego no Amazonas

Estados e municípios tiveram superávit de R$ 42,9 bilhões em 2020, o maior da série histórica