MP-AM pede que ex-secretária de Braga, Omar e Melo devolva dinheiro de obras inacabadas em Benjamin Constant

Waldívia Ferreira Alencar, ex-secretária de Braga, Omar e Melo, deve devolver dinheiro por obras pagas, mas inacabadas em Benjamin Constant

Manaus | AM | Com informações da assessoria de imprensa

O Ministério Público do Amazonas (MP-AM), por meio do promotor de Justiça, Eric Nunes, solicitou que a ex-secretária de Estado, Waldívia Ferreira Alencar; a emprensa KPK Construções LTDA e o engenheiro Walter da Silva Mergulhão façam o ressarcimento integral dos danos causados ao erário por conta de contratos firmados entre eles pela Secretaria de Estado de Infraestrutura e Região Metropolitana de Manaus (Seinfra).

De acordo com o promotor, em janeiro de 2015, por meio de informações encaminhadas pelo Centro de Atendimento ao Público (CAP), o MP-AM tomou conhecimento de inexecução de obras, serviços de manutenção, serviço de pavimentação, terraplanagem e drenagem em Benjamin Constant. As obras foram pagas e o serviço não foi finalizado.

Conforme verificado pelos técnicos da Diretoria de Controle Externo de Obras Públicas (DICOP) e pelo representante do Ministério Público Especial, com posterior confirmação pelo órgão pleno do Tribunal de Contas do Estado (TCE-AM), inúmeras ilegalidades e irregularidades foram observadas na gestão dos réus e na conduta da empresa contratada, algumas das quais estão inclusas na Lei de Improbidade Administrativa (LIA).

Ex-secretária de Infraestrutura de Braga, Omar e Melo terá que dovolver R$ 2,6 milhões aos cofres públicos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Presidente da Aleam, Roberto Cidade, apresenta PL que permite empresas comprarem vacinas no AM

Vereadora Thaysa Lippy defende diagnóstico precoce para pessoas com Espectro Autista

Deputada Joana Darc conseguiu em uma semana beneficiar mais de 2 mil animais comunitários