MP-AM investiga construção de hotel de selva em Barcelos

Segundo informações prestadas pelo Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam) ao MP-AM, o empresário não possui licenças ambientais estaduais para operar na região

Manaus | AM | Com informações da assessoria de imprensa

O Ministério Público do Amazonas (MP-AM), por meio da Promotoria de Justiça de Barcelos, instaurou Inquérito Civil (IC) para apurar denúncia de eventual crime ambiental cometido pelo empresário do setor de pesca esportiva, Vítor Vilanova. O IC dá prosseguimento às investigações de notícia de fato apresentada ao Ministério Público Federal (MPF) e, posteriormente, encaminhada ao órgão estadual.

Conforme a denúncia, além da realização de pesca predatória, o “explorador da atividade turística” teria provocado desmatamento na Região do Rio Jufaris, nas comunidades Caburis e Caju, localizadas no limite de Barcelos com o Município de Caracaraí, em Roraima.

“A proteção do patrimônio público e social é função institucional do Ministério Público. No caso, verificados indícios de cometimento de ilícitos contra esse patrimônio, a instauração do inquérito visa colher outros elementos de informação que auxiliem a apuração de eventual cometimento de ilícitos pelo senhor Vítor Vilanova”, declarou a promotora de Justiça, Karla Cristina da Silva Sousa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Terra nega ‘gabinete paralelo’ e diz que STF ‘limitou’ Bolsonaro; senadores reagem

Capitão Carpê propõe PL que autoriza Guarda Municipal a fazer patrulhamento preventivo

Projeto de Lei prevê garantia de vagas a PCDs em cargos comissionados