MP-AM arquiva investigação sobre suposto uso de delegacia em campanha política de 2020

De acordo com TRE-AM, na época, o delegado Costa e Silva, que foi candidato a vice-prefeito de Manaus, era o titular da unidade policial

Manaus | AM

O procedimento investigatório do Ministério Público do Amazonas (MP-AM) que apurava suposto uso da estrutura do 4º Distrito Integrado de Polícia (DIP), no bairro Grande Vitória, zona leste de Manaus, durante campanha eleitoral, foi arquivado.
De acordo com informações do Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM), o delegado Costa e Silva, que foi candidato a vice-prefeito do então candidato Coronel Menezes, no pleito de 2020, era o titular da unidade policial na época.
Os dois ficaram em quinto lugar nas eleições com mais de 110 mil votos. O caso foi investigado pela  61ª Promotoria de Justiça de Controle Externo da Atividade Policial (PROCEAP), que decidiu arquivar a denúncia feita ao Ministério Público.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tony Medeiros assume presidência da Comissão de Turismo na ALEAM

MP-AM quer retorno seguro às aulas no município de Manaquiri

Governo do AM divulga lista de membros do Conselho Curador da UEA