Moraes libera tramitação do processo de impeachment de Witzel

Ministro derrubou decisão de Toffoli que suspendeu processo na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj)

Manaus | AM | Agência Brasil

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu, nesta sexta-feira (28), liberar a tramitação do processo de impeachment do governador afastado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj). Na decisão, Moraes entendeu que não há irregularidades no procedimento.

O ministro derrubou a decisão do presidente do STF, Dias Toffoli, que, em julho, concordou com o pedido de suspensão da tramitação do impeachment feito pela defesa do governador e determinou que o procedimento deveria continuar somente após outra comissão ser eleita conforme as regras definidas na liminar.

Mais cedo, Witzel foi afastado do cargo por 180 dias em decisão do ministro Benedito Gonçalves, do Superior Tribunal de Justiça (STJ). O afastamento foi determinado no âmbito da operação ‘Tris in Idem’, um desdobramento da operação ‘Placebo’, que investiga atos de corrupção em contratos públicos do governo do Rio de Janeiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

David Almeida garante que vai recriar Secretaria de Esporte e Juventude

Em meio à campanha, Romero Reis lança livro com ideias e soluções para capital

MP Eleitoral ajuíza representação contra candidatos a prefeito de Itacoatiara e Urucurituba