Ministro nega existência de leitos ociosos em hospitais militares

A informação foi confirmada pelo ministro Walter Souza Braga Netto, durante audiência na Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional do Senado

Manaus | AM

O ministro da Defesa, Walter Souza Braga Netto, negou nesta quinta-feira (29) a existência de leitos ociosos para o tratamento da Covid-19 em hospitais militares. Durante audiência na Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional do Senado, o ministro afirmou que não há sobra de leitos e que a taxa de contaminação de militares pelo vírus é maior do que na população em geral.

É exatamente o contrário. Nós não temos disponibilidade (de leitos), nosso índice de contaminação é maior na família militar, que abrange o pessoal da reserva. E, curiosamente, o nosso pessoal que estava na linha de frente começou a se contaminar porque não estava prevista a vacinação desse pessoa”,  disse, sem apresentar os números.

De acordo com o ministro, a grande maioria dos hospitais militares está com quase todos os leitos de UTI ocupados. Braga Netto disse, ainda, que muitos hospitais militares têm removido pacientes para outras regiões para evitar o colapso das unidades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ministério da Economia publica regra que permite elevar salários de Bolsonaro e Mourão

Wilson Lima entrega 3 toneladas de alimentos na Zona Sul de Manaus

Aproximação de Dermilson Chagas e Eduardo Braga fica explícito nas redes sociais