Diretor do Butantan começa a ser ouvido na CPI da Pandemia

Dimas Covas é o diretor do Instituto Butantan, primeiro centro a fornecer vacina anticovid à população brasileira, a Coronavac

Manaus | AM

O diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, começou a ser ouvido, nesta quinta-feira (27), na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia, em Brasília. O instituto foi o primeiro centro a fornecer vacina anticovid à população brasileira, a Coronavac.

Covas disse que acordo do Butantan com o Ministério da Saúde, em outubro, incorporaria na ocasião 46 milhões de doses de vacinas ao Plano Nacional de Imunização. Mas a interferência do presidente Bolsonaro vetou o acordo.

O diretor do Butantan afirmou que em dezembro de 2020 o instituto já possuía 5,5 milhões de doses da CoronaVac estocadas e 4 milhões em produção. Nessa mesma época, só haviam sido vacinadas 4 milhões de pessoas em todo o mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Haddad vai participar de ato 'Fora, Bolsonaro' no próximo sábado (19)

Senadores dizem que MP da privatização da Eletrobras é ‘tratoraço’ e permite contratação de ‘energia suja’

Comissão da Covid-19 ouve o ministro da Saúde nesta segunda-feira