Diretor da Cosama de 2015 é multado em R$ 474 mil pelo Tribunal de Contas

Entre as irregularidades apontadas no processo, estão a não prestação de contas da totalidade de recursos disponíveis e a não apresentação de informações de transparência do órgão à sociedade

Manaus | AM | Com informações da assessoria de imprensa

O Pleno do Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM) multou, na manhã desta quarta-feira (11), o ex-diretor da Companhia de Saneamento do Amazonas (Cosama), Heraldo Beleza da Câmara, em R$ 474 mil, entre multas e alcance, referente ao exercício financeiro de 2015.
Entre as irregularidades apontadas pelo relator do processo, auditor Alípio Reis Firmo Filho, estão a não prestação de contas da totalidade de recursos disponíveis; não apresentação de informações de transparência do órgão à sociedade, ficando em desacordo com a Lei de acesso à informação, e depósitos bancários sem o devido registro contábil.

Pelas impropriedades encontradas pelos órgãos técnicos, Heraldo da Câmara foi multado em R$ 44 mil. O gestor deverá pagar, ainda, um alcance de R$ 430 mil, por débitos não comprovados feitos pelo órgão, totalizando R$ 474 mil que devem ser restituídos aos cofres públicos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Estados e municípios tiveram superávit de R$ 42,9 bilhões em 2020, o maior da série histórica

Para o dia a dia ser melhor: Zona rural ganha obras e outras ações

Amom e Guedes dizem que tiveram dificuldades de ter acesso a informações sobre o 'puxadinho' da CMM