Consultor de segurança de Amazonino, Giuliani é alvo de operação federal nos EUA

Manaus – AM – O consultor de segurança, Rudolph Giuliani, que custou milhões ao Amazonas, na gestão do ex-governador Amazonino Mendes (2017-2018) foi alvo nesta quarta-feira (28), de uma operação de investigadores federais dos Estados Unidos da América (EUA).

A ação aconteceu no apartamento de Giuliani em Nova Iorque. Os agentes confiscaram aparelhos eletrônicos, intensificando uma investigação criminal sobre Giuliani.

Procuradores federais de Manhattan investigam negócios de Giuliani na Ucrânia.
Dois ex-sócios, Lev Parnas e Igor Fruman, são acusados de violações de financiamento de campanha e outros crimes.

O trabalho de Parnas e Fruman incluiu esforços para ajudar Giuliani a vasculhar informações prejudiciais sobre o presidente, Joe Biden, e seu filho, Hunter, antes da eleição de 2020, e o que procuradores classificaram como uma tentativa de afastar a então embaixadora dos EUA na Ucrânia, Marie Yovanovitch.

Amazonas

A empresa de consultoria do ex-prefeito de Nova Iorque, Rudolph Giuliani, foi contratada pelo valor de R$ 5,6 milhões em abril 2018 pelo então governador Amazonino Mendes, com objetivo de elaborar ações que pudessem reduzir a criminalidade. A contratação foi alvo do Ministério Público do Amazonas (MP-AM), que determinou instauração de inquérito para apurar a dispensa de licitação na contratação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ministério da Economia publica regra que permite elevar salários de Bolsonaro e Mourão

Wilson Lima entrega 3 toneladas de alimentos na Zona Sul de Manaus

Aproximação de Dermilson Chagas e Eduardo Braga fica explícito nas redes sociais