Conselho Superior do Ministério Público do Amazonas toma posse para o biênio 2021-2023

Manaus-AM |

O Colégio de Procuradores de Justiça, do Ministério Público do Amazonas (MPAM), deu posse, na tarde desta segunda-feira (1º), aos membros do Conselho Superior do Ministério Público (CSMP) para o biênio 2021-2023. A sessão solene, realizada de maneira híbrida, foi presidida pelo Procurador-Geral de Justiça, Alberto Rodrigues do Nascimento Júnior, e teve a presença do Ministro do STJ Mauro Campbell, ex-Procurador-Geral do MPAM, do promotor de Justiça Lauro Tavares, presidente da Associação Amazonense do MP, demais procuradores de Justiça e empossandos. O evento foi transmitido, ao vivo, pelo canal da Secretaria dos Órgãos Colegiados, no youtube. Para assistir, clique aqui.

A sessão começou com uma homenagem aos membros do Ministério Público que faleceram recentemente, vítimas de covid-19. Os procuradores de Justiça Antonina do Couto Valle e  Francisco Cruz, assim como o promotor de Justiça aposentado Aluísio de Lima, foram lembrados em um momento de silêncio. O termo de posse foi lido pela secretária-geral do MP, promotora de Justiça Lilian Stone.

Primeiro a fazer uso da palavra, o Ministro Mauro Campbell fez um alerta aos presentes na sala virtual e expectadores da transmissão. Citando os constantes ataques à atuação ministerial em todo o país, frisou a importância do trabalho do Conselho Superior do MP em se pautar no fortalecimento da instituição.

“Em raras oportunidades, o Ministério Público não correu tanto risco institucional como corre atualmente, em nível nacional. E é muito importante que órgãos, como o Conselho Superior do Ministério Público, tenham isso em registro e, necessariamente, atuem para fortalecer ainda mais as nossas bases institucionais. Uma sociedade não resiste sem o Ministério Público.”, afirmou Mauro Campbell se dirigindo aos novos membros do CSMP.

Por sua vez, o promotor de Justiça Lauro Tavares lembrou que o momento atual requer decisões e atitudes inovadoras e firmes e ressaltou que a composição do novo colegiado aponta para bons caminhos. “Nesses novos tempos, de novos e grandes desafios, vivenciados em uma pandemia, estamos conscientes de que nossa responsabilidade é ainda maior. Precisaremos inovar, criar, unir, construir, dialogar e, acima de tudo, amar ainda mais o Ministério Público amazonense”, afirmou o presidente da AAMP.

O Conselho para 2021-2023

Os membros que tomaram posse nesta segunda-feira foram eleitos no último dia 23/02 por voto direto de promotores e procuradores de Justiça. A composição do Conselho Superior do Ministério Púbico ficou assim:

Presidente do CSMP
Dr. Alberto Rodrigues do Nascimento Júnior
Procurador-Geral de Justiça

Integrante
Corregedor-Geral do MP*

Representantes do Colégio de Procuradores de Justiça
Dr. Públio Caio Bessa Cyrino
Dr. José Bernardo Ferreira Júnior (em ordem de votação)

Representantes dos Promotores de Justiça
Dr. Adelton Albuquerque Matos
Dra. Neyde Regina Demósthenes Trindade
Dra. Silvana Nobre de Lima Cabral (em ordem de votação)

Suplente para as duas representações
(Artigo 6º, § 1º do Regimento Interno do CSMP)
Dra. Suzete Maria dos Santos

* A procuradora de Justiça Sílvia Abdala Tuma foi eleita, no dia 25/02, para o cargo de Corregedor-Geral do MP. A posse será no dia 18/03.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Covid-19: liminar garante imunização de adolescentes por estados, municípios e DF

Deputados comentam discurso de Bolsonaro na Assembleia-Geral da ONU

David Reis publica suspensão do edital de construção do 'puxadinho' por determinação da Justiça