Conselho de Ética aprova suspensão de Daniel Silveira por dois meses por gravação de reunião do PSL

O deputado Daniel Silveira teria cinco dias para recorrer da decisão, mas a defesa dele abriu mão do recurso; decisão final cabe ao Plenário

Manaus | AM | Agência Câmara

Por 13 votos a três, o Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara dos Deputados aprovou, nesta terça-feira (29), a suspensão do exercício do mandato parlamentar do deputado Daniel Silveira (PSL-RJ) por dois meses.

O parlamentar teria cinco dias para recorrer da decisão na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ), a partir da publicação da decisão, mas a defesa abriu mão do prazo recursal. A decisão final pela suspensão ou não caberá ao Plenário.

O PSL acusa Daniel Silveira de ter gravado e divulgado em 2019, sem autorização, uma reunião reservada em que se discutia a disputa pela liderança do partido. O deputado nega as acusações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CPI: reverendo Amilton de Paula diz que não negociou vacinas

TJAM publica nomeação de mais 14 candidatos aprovados no concurso de 2019

Comissão aprova pensão para filhos afastados de pais com hanseníase antes de 1986