Bolsonaro enfrenta obstrução intestinal e médicos vão avaliar necessidade de cirurgia de emergência

Manaus-AM – Após ser constatada obstrução intestinal que afeta a saúde de Jair Bolsonaro,
o presidente da República será levado para São Paulo (SP). Ele passará por exames
complementares para definição da necessidade, ou não, de uma cirurgia de emergência.

Após exames realizados no Hospital das Forças Armadas, em Brasília (DF), o médico Antonio
Macedo, profissional responsável pelas cirurgias no abdômen do presidente, decorrentes
do atentado a faca ocorrido em 2018, constatou uma obstrução instestinal e resolveu levá-lo
para São Paulo, para a realização de exames complementares.

As informações são da Secretaria Especial de Comunicação Social do governo federal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MP-AM recomenda que Prefeitura de Lábrea garanta publicidade às licitações

Deputados da ALEAM apresentaram 313 projetos de lei nos sete meses de 2021; confira ranking

Prefeito de Eirunepé é alvo de representação por suposta burla na área da Educação