Augusto Aras adota tom moderado e sem críticas a Bolsonaro

O procurador-geral da República, Augusto Aras, fez um discurso logo após o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Luiz Fux

Manaus | AM

Adotando um  tom moderado e sem qualquer crítica ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido), o procurador-feral da República (PGR), Augusto Aras, discursou durante sessão do Supremo Tribunal Federal (STF), nesta quarta-feira (8), logo após o presidente da Corte, ministro Luiz Fux. 

Aras contrariou Fux e, segundo ele, “a voz da rua é a voz da liberdade e do povo”. “Mas não só. A voz das instituições, que funcionam a partir das escolhas legítimas do povo e de seus representantes, também é a voz da liberdade”, disse.

O procurador também defendeu as instituições e o que ele chamou de “ferramentas de institucionalidade”, como o devido processo legal em todos os Poderes. “O devido processo legal, o devido processo legislativo, o devido processo administrativo. Por meio dessas vias formais do nosso Estado Democrático de Direito, assegura-se que as minorias tenham voz e meios contra os excessos da maioria”, destacou.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Portugal reconhece certificados de vacinação emitidos pelo Brasil

Governo federal cria programa para expandir telecomunicações na Amazônia

Cartórios eleitorais do interior do AM voltam a atender presencialmente