Motociata de Bolsonaro em Manaus: ‘Evento é inclusivo’, diz Coronel Menezes

Manaus-AM- Faltam cinco dias para a realização do passeio de moto do presidente Jair Bolsonaro com apoiadores na capital amazonense.

Nesta segunda-feira (12), o veterano do Exército Brasileiro, Coronel Menezes usou as redes sociais para reforçar que o evento é inclusivo, todos podem participar. Ele pediu para o público fazer as inscrições, sendo apenas uma formalidade.

“Esse evento é inclusivo e não exclusivo. O que significa isso: a inscrição não é compulsória. A inscrição tem a finalidade de nós levantarmos o universo de participantes para que em parceria com a prefeitura e outros órgãos a gente possa dar a infraestrutura necessária, a logística e a segurança ao evento. Quero deixar bem claro para toda a sociedade que o evento é inclusivo. Quem tem moto participa, quem não tem, é só alugar e também participa. Outros motociclistas poderão entrar no fundo do grupamento e irem seguindo.”

De acordo com Menezes, populares com carro e até mesmo ciclistas poderão participar da motociata. “Porém, depois do último motociclista. De carro também pode, também depois do último motociclista. Não podemos em hipotése alguma misturarmos outros meios de transportes com as motos a fim de que nós venhamos evitar algum acidente. A integridade e a segurança dos participantes em primeito lugar.”

A motociata com  Bolsonaro na capital amazonense irá percorrer aproximadamente 60 quilômetros.

No próximo dia 16 de Julho (sexta-feira), o presidente estará no evento de entrega de um conjunto residencial, na zona Norte de Manaus. Já no dia 17 (sábado), o presidente irá participar da motociata, onde é esperado que mais de 50 mil motociclistas participem do evento, incluindo Estados vizinhos, como Roraima e Rondônia, que devem comparecer, por meio de seus representantes. O horário ainda não foi divulgado por Menezes.

 

LINK PARA INSCRIÇÕES

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vereador Peixoto subscreve Projeto de Lei que prevê reforço escolar em Manaus

Pleno do TCE-AM multa ex-gestor do Corpo de Bombeiros em R$ 34 mil

Vereadora sugere que Prefeitura contrate empresas que priorizem suficiência energética