Vereador Amom aciona Justiça para pedir adiamento do Enem no AM

Ação ocorre após diversas denúncias e pedidos de estudantes e coordenadores encaminhadas ao 'Gabinete Online', criado pelo parlamentar no domingo (10)

Manaus | AM | Com informações da assessoria de imprensa

O vereador de Manaus, Amom Mandel, anunciou no fim da tarde desta segunda-feira (11), que entrará nas próximas horas com uma Ação Ordinária Cautelar, com pedido de antecipação de tutela, pelo adiamento do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) no Amazonas, com provas marcadas pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) para o próximo domingo (17).

O pedido de Mandel ocorre em face do aumento do número de pessoas infectadas pelo Covid-19 na capital do Amazonas e no interior, e também depois de denúncias recebidas pelo ‘Gabinete Online’, lançado pelo parlamentar no domingo (10).

“Considerando que a possibilidade de desistência em massa, tanto de estudantes quanto de colaboradores do Enem, um risco real, decidi entrar com a ação em nível estadual e federal para tentar adiar o exame por alguns dias no estado do Amazonas”, anunciou o vereador.

Segundo o parlamentar, a realização do exame nos moldes propostos pelo Inep, de forma presencial, representa um risco real à saúde de estudantes. “Nesse momento, Manaus vive o que as autoridades em saúde classificam como fase roxa do sistema de atendimento. A aglomeração provocada pelo Enem seria um risco aos estudantes, aos familiares e poderia agravar a saturação que nossa cidade enfrenta em seu sistema de saúde. O Enem é importante e deve acontecer, mas dentro do possível”, afirmou ele.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Governo decreta luto oficial de 3 dias pela morte da diretora da FVS-AM

STF encaminha à PGR notícia-crime contra Bolsonaro e Pazuello por colapso no AM

'Perdemos uma guerreira incansável', diz prefeito David sobre morte de Rosemary