Thaysa Lippy indica sistema virtual de agendamento para os serviços nos Cras em Manaus

Segundo a vereadora Thaysa Lippy, a realidade vivida nos Cras de Manaus está sendo a de grandes aglomerações em busca do Auxílio Brasil, o que prejudica a saúde dos munícipes

Manaus | AM | Com informações da assessoria de imprensa

O anúncio de início do pagamento do benefício Auxílio Brasil, programa social que substituirá o Bolsa Família a partir desta quarta-feira (17), deu início a uma verdadeira corrida aos Centros de Referência de Assistência Social (Cras) em todo o País, e em Manaus não tem sido diferente.

Diante disso, a vereadora Thaysa Lippy (PP) propôs, por meio de uma indicação (969/2021) ao Executivo Municipal, a instituição de um sistema on-line de agendamento para as  famílias que  necessitam dos serviços do Cras.

Segundo a vereadora, a realidade vivida nos Cras de Manaus está sendo a de grandes aglomerações em busca do benefício, o que prejudica a saúde dos munícipes. Ela defende que a criação de um sistema de agendamento poderá evitar superlotações nas unidades, além de outros transtornos.

De acordo com as informações preliminares do governo federal, o benefício irá contemplar todo o público já habilitado, inscrito no Cadastro Único (CadÚnico) e que atenda os critérios de seleção: famílias com renda até R$ 89 por pessoa, por mês, ou R$ 89,01 a R$ 178 mensais para famílias que possuírem em sua composição gestantes ou pessoas com idade até 21 anos incompletos.

Conforme a Prefeitura de Manaus já divulgou, “todas as famílias que já eram beneficiadas pelo Bolsa Família migrarão, automaticamente, para o Auxílio Brasil”. Para os beneficiários que estão com o cadastro desatualizado, será necessário fazer a atualização, para receber o benefício.

“A atualização do Cadastro Único é feita a cada dois anos, portanto, é importante destacar que as famílias que estão com o cadastro atualizado não precisam se preocupar. Temos 20 Cras em toda Manaus, trabalhando com atendimento agendado. Então, pedimos à população que evite a aglomeração. A determinação do prefeito David Almeida é que sejam realizados todos os esforços para atender a população”, informou à imprensa a titular da Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc), Jane Mara Moraes.

Os documentos necessários para inclusão ou atualização no CadÚnico são: comprovante de residência ou recibo de aluguel. O responsável pelo benefício, o companheiro (a) e os maiores de 18 anos devem apresentar: identidade; CPF; Título de Eleitor; Carteira de Trabalho; comprovante de renda/contracheque. Também devem ser apresentados os seguintes documentos dos dependentes menores de 18 anos: certidão de nascimento e declaração escolar atualizada (válida por um mês a partir da data de emissão).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ICMS permanecerá congelado no Amazonas, afirma Wilson Lima

Randolfe elogia decisão de Lewandowski para MP garantir vacinação infantil

Ministro Lewandowski pede informações sobre possíveis irregularidades na vacinação de crianças e adolescentes

Nós usamos cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site.