Sinésio Campos e Carlinhos Bessa serão presidente e vice na CPI da Amazonas Energia

O presidente da Casa Legislativa, deputado Roberto Cidade (PV), disse que os nomes foram definidos seguindo o Regimento Interno da ALEAM

Manaus | AM

Os deputados estaduais Sinésio Campos (PT) e Carlinhos Bessa (PV) serão presidente e vice-presidente, respectivamente, da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Amazonas Energia. A decisão foi tomada durante reunião, nesta segunda-feira (2), na Assembleia Legislativa do Amazonas (ALEAM). . Além dos parlamentares de Campos e Bessa fazem parte do colegiado os deputados Dermilson Chagas (sem partido), Fausto Jr (MDB) e Cabo Maciel (PL).

O presidente da Casa Legislativa, deputado Roberto Cidade (PV), disse que os nomes foram definidos seguindo o Regimento Interno da ALEAM. “A reunião definiu os nomes da presidência e vice da CPI, seguindo o que preconiza nosso regimento. Agora, os trabalhos vão começar e teremos resultados para a população”, salientou. Cidade disse, ainda, que a CPI terá total apoio da Assembleia para realizar as investigações com qualidade.

Para o presidente da CPI, deputado Sinésio Campos, a instalação da comissão mostra que o Poder Legislativo não está se omitindo na questão e quer resolver os problemas ocasionados pela Amazonas Energia.

O petista disse, também, que a formação da composição da CPI levou em consideração a paridade e os blocos partidários. “O primeiro passo agora é definir as estratégias e fazer planejamento de acordo com o desejo da sociedade”, salientou, complementando que nunca houve uma CPI supra-partidária que tem foco em resolver os problemas.

O deputado Carlinhos Bessa, que assume a relatoria da CPI, assegurou que os trabalhos serão conduzidos de forma isenta. “A população que sofre com os problemas da concessionária terão uma resposta da CPI”, assegurou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Portugal reconhece certificados de vacinação emitidos pelo Brasil

Governo federal cria programa para expandir telecomunicações na Amazônia

Cartórios eleitorais do interior do AM voltam a atender presencialmente