Simone Tebet mantém candidatura independente no Senado

BRASÍLIA – A senadora Simone Tebet (MDB-MS) afirmou nesta quinta-feira, 28, que, a partir desta quinta-feira, 28, será uma candidata independente à presidência do Senado. Dessa forma, ela deixa de ser candidata oficial do MDB ao comando do Legislativo. A eleição está marcada para o dia 1º de fevereiro. De acordo com Simone, a candidatura não é “avulsa” porque há senadores com ela.

A decisão ocorreu após caciques do partido negociarem uma aliança com Rodrigo Pacheco (DEM-MG), apoiado pelo presidente Jair Bolsonaro e pelo atual presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), em troca de cargos na Mesa e controle de comissões. Além disso, o Palácio do Planalto prometeu a liberação de verbas em troca de votos.

O impasse ocorreu após uma investida de Alcolumbre para isolar a candidatura de Simone Tebet. Ela, por sua vez, se negou a retirar a candidatura. O atual presidente do Senado ofereceu ao MDB a Primeira Vice-Presidência da Casa e mais uma secretaria na Mesa.

 

*Com informações MSN Brasil/Estadão

Foto: Reprodução Internet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Presidente do TCE-AM prorroga atividades em home office

Educação no Amazonas é um dos temas mais debatidos na Assembleia Legislativa

Boulos e mais dois viram réus em caso de invasão de tríplex no Guarujá