Senador Mecias Jesus cobra retomada do auxílio emergencial

Manaus-AM | Por: Redação

O senador Mecias de Jesus (Republicanos-RR) subiu à tribuna do Senado Federal nesta quinta-feira (4) para pedir aos Governos ações emergenciais para ajudar a população mais vulnerável. Entre as medidas, o senador solicitou a volta do auxílio emergencial.

Para o parlamentar, a pandemia causada pelo novo coronavírus arruinou frágeis estruturas, atingindo, principalmente, categorias sociais normalmente excluídas de participação na atividade econômica. “Tal drama é sentido com extrema gravidade em todos os cantos do país e na Região Norte, especialmente no meu estado, Roraima, onde cerca de 50 mil famílias se encontram mergulhadas em extrema dificuldade financeira, sem qualquer condição de atravessar momento tormentoso como o que vivemos”, destacou Mecias.

O representante de Roraima lembrou ainda que seu estado tem sofrido com o colapso do regime bolivariano, que tem trazido diariamente milhares de refugiados da Venezuela.

Com a pandemia agravada e vacinação ainda incipiente, o senador Mecias de Jesus defendeu a volta do auxílio emergencial. “Manifesto aqui ser favorável à prorrogação do auxílio emergencial. O governo federal precisa estender esse auxílio aos brasileiros de baixa renda”, disse.

Mecias falou ainda, que o socorro precisa ser prioridade de todos os governadores das 27 unidades da federação e que precisam adotar programas emergenciais de transferência de renda para atender a população mais necessitada. “Do mesmo modo, cobro do governador do estado de Roraima, Antonio Denarium que repasse o Programa Renda Cidadã para as famílias mais carentes de Roraima, transformando-o em permanente socorro aos que só dispõem desta saída para não sucumbirem no abandono em que atualmente vivem”, defendeu.

Segundo o senador, são 38 milhões de brasileiros tidos pelo governo federal como “invisíveis” e que o próprio governo afirmou não conhecer. Para Mecias, o desconhecimento é grave e retruca, “se não os conhecem é porque não conhecem a realidade do Brasil.”

Por fim, Mecias de Jesus pediu o esforço de todas as autoridades competentes para viabilizar com responsabilidade e agilidade o cronograma de vacinação em todo o país. “Que os governos federal, estaduais e municipais possam deixar de lado todas as diferenças políticas e partidárias e ecoem uma só voz, a de salvar vidas brasileiras. Só iremos superar todo esse cenário caótico, quando alcançarmos uma ampla porcentagem de imunização no país”, finalizou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bolsonaro entrega ao Congresso MP para tentar acelerar privatização da Eletrobras

Desembargador do Tribunal de Justiça, Djalma Martins, é entubado por conta da Covid-19

Atlético Rio Negro Clube, avaliado em mais de R$ 9 milhões, será leiloado em março