PSOL ingressa com ação para impedir que ALEAM conceda Título de Cidadão do Amazonas a Bolsonaro

O PSOL Amazonas destacou que, ao aprovar o título, os deputados da ALEAM não levaram em consideração o momento que o Estado passou, há três meses, durante a crise causada pela pandemia de Covid-19

Manaus | AM

O Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) no Amazonas ingressou com uma ação, nesta quinta-feira (22), para que seja anulado o ato legislativo para impedir que a Assembleia Legislativa do Estado (ALEAM) conceda o Título de Cidadão do Amazonas ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido). A informação foi divulgada nas redes oficiais do partido.

O Projeto de Lei (PL), proposto pelo deputado estadual Delegado Péricles (PSL), que pertence a ala da direita da Casa Legislativa, foi aprovado nesta terça-feira (20). Para o partido, a aprovação do PL não levou em consideração a omissão do governo federal no combate à pandemia e agenda de desmonte da Zona Franca de Manaus.

“O partido recebeu com estarrecimento a aprovação do PL, de autoria do deputado estadual Delegado Péricles, que não cita nenhuma ação específica de Bolsonaro em prol do Amazonas. O Projeto de Lei apenas traz a trajetória política do presidente até ser eleito em 2018”, disse o partido.

O PSOL Amazonas destacou que, ao aprovar o PL, os deputados não levaram em consideração o momento que o Estado passou, há três meses, durante a crise causada pela pandemia de Covid-19, quando dezenas de pacientes morreram asfixiados, por conta da falta de oxigênio nos hospitais.

“Situação que o Governo Federal sabia dez dias antes da crise estourar. Além disso, Bolsonaro ainda negou o pedido da Justiça Federal no Amazonas, para priorizar com urgência a distribuição das vacinas contra a Covid-19 para o Estado”, completou.

O partido finalizou dizendo que não vê motivos para conceder a honraria a um governo que, desde o início da pandemia, “tem trabalhado para levar o país a uma “devastadora tragédia humanitária”, desdenhando a ciência, promovendo uso de remédios ineficazes, atacando as medidas de prevenção da doença, descartando a importância da vacina e ainda debochando das vítimas e famílias em luto”.

Votação na ALEAM

Após o projeto ser aprovado na ALEAM, a lista dos parlamentares que votaram a favor do PL já passou por duas atualizações. Agora, são seis os deputados que, conforme a nova listagem, não votaram na sessão que aprovou e concede o Título de Cidadão do Amazonas ao presidente Jair Bolsonaro.

De acordo com a nova correção, os parlamentares que não votaram na sessão são: Álvaro Campelo, Abdala Fraxe, Cabo Maciel, Dra. Mayara Pinheiro, Fausto Júnior e Nejmi Aziz. Serafim Corrêa votou contra. Dermilson Chagas se absteve.

Ainda de acordo com a lista, votaram a favor da propositura: Adjuto Afonso, Belarmino Lins, Carlinhos Bessa, Delegado Péricles, Dr. Gomes, Felipe Souza, João Luiz, Ricardo Nicolau, Roberto Cidade, Saullo Vianna, Therezinha Ruiz, Tony Medeiros e Wilker Barreto.

Uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Câmara dos Deputados aprova Marco Legal das startups

Projeto cria novo auxílio de R$ 500 e prevê tributação sobre dividendos

Vereador propõe tarifa social de água para vítimas da enchente em Manaus