Presidente da CPI da Pandemia decreta prisão de ex-diretor de logística do Ministério da Saúde

Brasília – DF- O presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia, senador Omar Aziz (PSD-AM) decretou, na tarde desta quarta-feira (7), a prisão do ex-diretor de Logística do Ministério da Saúde, Roberto Ferreira Dias, que foi à comissão para prestar depoimento.

De acordo com o presidente da CPI, a prisão foi determinada porque Roberto Dias mentiu sobre fatos relacionados a negociações de vacinas contra a Covid-19 ainda que tenha jurado falar a verdade na CPI. Ele foi encaminhado para a polícia legislativa.

Roberto Dias foi exonerado do cargo diretor de Logística do MS em junho após denúncia de que teria pedido propina de US$ 1 por dose de vacina da AstraZeneca em negociação no governo de Jair Bolsonaro.

“Tenho tido respeito por todos os colegas senadores. E tenho sido desrespeitado aqui como presidente da CPI ouvindo historinhas, as pessoas se preparam e outras coisas mais. Não aceito que a CPI vire chacota, nós temos trezentos, quinhentos e vinte e sete mil mortos. E os caras brincando de negociar vacina. Por que que ele não teve esse empenho pra comprar que era de responsabilidade dele naquela por quê? Ele está preso por mentir, por perjúrio e se eu tiver tendo abuso de autoridade, que advogada dele ou qualquer outro senador me processe, mas ele vai estar detido agora pelo Brasil, porque nós estamos aqui pelo Brasil, pelos que morreram, pelas vítimas, hoje nós não estamos aqui pra brincar não, de ouvir historinha, de servidor que pediu propina, isso que tá acontecendo não vai acontecer mais. E todo depoente que estiver aqui, que achar que pode brincar, terá o mesmo destino dele. Ele que recorra na justiça, mas ele está preso e a sessão está encerrada.”, relatou Omar Aziz.

Senadores como Alessandro Vieira, Marcos Rogério, Otto Alencar e Fernando Bezerra Coelho pediram a reconsideração da decisão de Omar antes do fim da sessão, o que não aconteceu

Veja também:

Ex-diretor da Saúde diz que não pediu propina para negociar vacinas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carlinhos Bessa agradece Wilson Lima por CETI de Tefé

TCE-AM muda para quarta-feira o julgamento das contas de ex-gestores de Arthur Neto e Amazonino Mendes

Câmara pode votar nesta terça-feira MP sobre suspensão de contratos de trabalho na pandemia