Presidente da Câmara de Manaus anuncia antecipação do retorno dos trabalhos da Casa Legislativa

O presidente da Câmara de Manaus, David Reis, ressalta, entretanto, que o retorno das atividades seguirá todos cuidados sanitários necessários ao enfrentamento do novo coronavírus

Manaus | AM | Com informações da assessoria de imprensa

A Câmara Municipal de Manaus (CMM) antecipará o retorno dos trabalhos do legislativo neste ano, do dia 7 para 2 de fevereiro. A medida foi definida nesta terça-feira (18) pelo presidente da Casa, David Reis (Avante), em atenção ao agravamento do quadro da pandemia da Covid-19 e das fortes chuvas que têm atingido Manaus neste período de inverno amazônico.

Câmara de Manaus deve manter sessões híbridas e vereadores poderão trabalhar de casa

“Vamos antecipar o retorno da Câmara, com os trabalhos dos vereadores no plenário e nas comissões para nos unirmos à prefeitura e demais autoridades no enfrentamento da pandemia da Covid-19 e também na atenção à população que vem sendo afetada pelas fortes chuvas, em um inverno que se anuncia como um dos maiores dos últimos tempos”, destaca ele.

Regimentalmente, o início do ano legislativo se daria apenas no dia 7 de fevereiro. No primeiro dia de trabalhos da CMM, o prefeito faz a leitura da mensagem governamental, destacando diretrizes do Executivo para o novo ano.

Câmara de Manaus amplia medidas de enfrentamento da pandemia

O presidente da Câmara de Manaus ressalta, entretanto, que o retorno das atividades seguirá todos cuidados sanitários necessários ao enfrentamento do novo coronavírus, agora com uma nova variante, muito mais transmissível: a ômicron.

Como anunciado no início desta semana, David Reis, conjuntamente com a Mesa Diretora da Casa, deliberou a manutenção do regime híbrido para a atuação dos vereadores, no plenário e nas comissões, ou seja, de forma presencial ou virtual (pela internet).

Servidores com comorbidade e com mais de 60 anos de idade passam a trabalhar em home office, medida que será estendida e administrada por cada setor, em um esforço que objetiva evitar aglomerações e o aumento do número de infectados pelo vírus.

Com relação ao público externo, a CMM também restringirá a quantidade de visitantes nas dependências da Casa legislativa, além de exigir o cartão de vacinação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

'Modernização do setor elétrico inclui energia mais barata', diz Ipea

Senador Mecias de Jesus defende benefício para participantes de previdência complementar

Deputados amazonenses manifestam apoio a Marcelo Ramos durante Sessão

Nós usamos cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site.