Presidente da Câmara diz que não há ‘crise’ com Judiciário e que o caso de Daniel Silveira foi ‘fora da curva’

Manaus-AM|

Na noite desta quinta-feira (18), o presidente da Câmara Federal, Arthur Lira (PP), disse que “não há qualquer tipo de crise” entre os poderes Legislativo e Judiciário e que o caso do deputado federal Daniel Silveira (PSL), preso nesta semana por ordem do Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, foi “absolutamente fora da curva”.

Lira deu a declaração após ter se reunido no STF com o presidente da Corte, Luiz Fux, e com Rodrigo Pacheco (DEM-MG), presidente do Senado. Segundo Arthur Lira, a prisão de Silveira não foi debatida no encontro.

Daniel Silveira foi preso após ter divulgado um vídeo no qual fez apologia ao Ato Institucional 5 (AI-5), instrumento de repressão mais duro da ditadura militar, e defendeu a destituição de ministros do STF. As reivindicações são inconstitucionais.

“A independência dos poderes preconiza isso: ao Judiciário, cabe julgar; ao Legislativo, legislar; ao Executivo, logicamente, executar. Essa posição está bastante clara, sem nenhum tipo de crise”, declarou Lira nesta quinta.

“Não há qualquer reprimenda em relação ao que aconteceu, e a Câmara amanhã se pronunciará soberanamente em relação ao caso em tela, que eu reputo como um caso absolutamente fora da curva. Espero que tenha o tratamento correto por parte da Câmara e do Judiciário”, acrescentou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Deputada Mayara Pinheiro cobra criação de consórcio para aquisição direta de vacinas contra Covid-19

Deputado João Luiz apresenta Projeto de Lei que cria a 'Cesta Básica Popular no Amazonas'

Comissão de Indústria da Câmara quer derrubada de resolução que afeta polo de duas rodas