Presidente da ALE-RR solicita apuração de denúncias apresentadas por Jalser Renier

“Não vamos deixar de apurar e acredito que essa é a vontade da maioria dos deputados presentes”, disse o presidente da ALE-RR, deputado Soldado Sampaio, sobre as denúncias de Jalser Renier

Manaus | AM | Com informações da assessoria de imprensa

O presidente da Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR), Soldado Sampaio (PCdoB), solicitou nesta quinta-feira (2) que a Corregedoria-Geral, Comissão de Ética e a Ouvidoria-Geral da Casa apurem as denúncias de ‘rachadinhas’ entre os parlamentares apresentadas nas últimas sessões pelo deputado Jalser Renier (SD).

“Para que possamos abrir procedimento interno e dar conhecimento a todas as autoridades necessárias”. Sampaio sugeriu, ainda, que Jalser Renier procure a Ouvidoria da Assembleia Legislativa para registrar as denúncias às quais ele tem se referido nos últimos dias. “Não vamos deixar de apurar e acredito que essa é a vontade da maioria dos deputados presentes”, disse.

Deputado Jalser Renier usa tribuna da ALE-RR para atacar colegas por suposta prática de ‘gafanhotagem’

Registros  

A Assembleia Legislativa de Roraima disponibiliza duas ferramentas para fiscalizar o trabalho do parlamento. O primeiro é a Corregedoria-Geral, coordenada pelo deputado Nilton Sindpol (Patri), que funciona nas dependências do Poder Legislativo e tem como meta fiscalizar a atuação dos parlamentares conforme o Código de Ética.

Outro canal é a Ouvidoria-Geral, sob a responsabilidade da deputada Betânia Almeida (PV), que funciona na avenida Santos Dumont, nº 1470, das 8h às 18h, de segunda a sexta-feira, onde é possível registrar denúncias, elogios, críticas e reclamações, o que também pode ser feito pelo ZapOuvi (95) 98120-0800 ou pelo e-mail ouvidoria@al.rr.leg.br.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ICMS permanecerá congelado no Amazonas, afirma Wilson Lima

Randolfe elogia decisão de Lewandowski para MP garantir vacinação infantil

Ministro Lewandowski pede informações sobre possíveis irregularidades na vacinação de crianças e adolescentes

Nós usamos cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site.