Por falta de quórum, Aleam não suspende recesso parlamentar para discutir caos na saúde no AM

Manaus – AM – Nesta terça-feira, 19 de Janeiro, por falta de quórum, a Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) não votou proposta para interromper o recesso parlamentar, que é de 30 dias, para discutir o caos na saúde pública no estado. Hoje, o poder legislativo municipal realizou uma sessão extraordinária virtual “para tratar sobre a grave crise na saúde no estado.”

Outras propostas que não puderam ser apreciadas devido à falta da quantidade mínima obrigatória de membros para votação tratam de: repasse de recursos para os municípios amazonenses diante do novo surto de casos do novo coronavírus (Covid-19), e destinação de R$ 4,8 milhões para a compra de cestas básicas para doações, por meio de partes de emendas parlamentares.

De 13 deputados necessários para votação das matérias, 10 estavam presentes: Delegado Péricles, Dermilson Chagas, Fausto Júnior, Josué Neto, Roberto Cidade, Saullo Vianna, Serafim Corrêa, Sinésio Campos, Mayara Pinheiro e Wilker Barreto.

Uma nova reunião extraordinária deve ser realizada no próximo dia 26  deste mês.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bolsonaro publica vídeo de empresária contra 'lockdown'

David Almeida cria PL que autoriza o município a comprar vacinas contra a Covid-19

Procuradoria Geral diz ao STF não ver indícios de irregularidades em gastos do Governo com comida