Pacheco deseja pronta recuperação ao presidente Jair Bolsonaro

Brasília-DF- Na abertura da sessão deliberativa desta quarta-feira (14), o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, manifestou desejo de rápida recuperação da saúde do presidente da República, Jair Bolsonaro, internado nesta manhã. Pacheco acrescentou que essa ocorrência levou ao cancelamento da oitava reunião do comitê de enfrentamento à covid-19, que incluía a presença de Bolsonaro, e de outro encontro com o presidente do Supremo Tribunal Federal, Luiz Fux.

Depois de queixas de soluços constantes, Bolsonaro foi atendido no Hospital das Forças Armadas, em Brasília. Em seguida, foi transferido para São Paulo, onde passará por avaliação sobre a necessidade de intervenção cirúrgica para tratamento de obstrução intestinal.

— Em nome do Senado Federal, gostaria de estimar ao senhor presidente da República prontas melhoras no seu quadro de saúde e que se recupere o mais rapidamente possível. Esses são os nossos votos, o nosso desejo — declarou Pacheco.

Olimpíadas

A delegação brasileira que participará dos Jogos Olímpicos de Tóquio também recebeu os cumprimentos de Rodrigo Pacheco. Ele lembrou que o brasil levará 301 atletas, que competirão em mais de 30 esportes e modalidades.

— Trata-se da maior delegação brasileira em Jogos Olímpicos realizados fora do território nacional, superando a marca anterior de 277 atletas registrada nos Jogos de Pequim, em 2008.

Pacheco registrou a visita do ministro da Cidadania, João Roma, e do presidente do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), Paulo Wanderley Teixeira. Eles informaram que quase 80% dos integrantes da delegação são beneficiários do programa Bolsa Atleta, o que, segundo o presidente do Senado, atesta a importância do fomento do esporte através do apoio estatal direto aos esportistas.

Equidade

Rodrigo Pacheco ainda anunciou o recebimento pelo Senado do selo da 6ª edição do Programa Pró-Equidade de Gênero e Raça em reconhecimento às ações de equidade implementadas na Casa. O programa, promovido pelo Minstério dos Direitos Humanos com o objetivo de reduzir as desigualdades no ambiente de trabalho, avaliou as inscrições de 122 instituições públicas e privadas. O Senado é contemplado pela terceira vez desde 2011.

* Agência Senado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CPI: reverendo Amilton de Paula diz que não negociou vacinas

TJAM publica nomeação de mais 14 candidatos aprovados no concurso de 2019

Comissão aprova pensão para filhos afastados de pais com hanseníase antes de 1986