Marcos Rogério diz que oposição tenta desestabilizar governo Bolsonaro

Brasília-DF-  Em pronunciamento nesta quinta-feira (15), o senador Marcos Rogério (DEM-RO) disse que segmentos da sociedade, “insistentemente”, buscam desestabilizar o governo de Jair Bolsonaro. Para o senador, por força da rejeição ao “jeito de ser” e ao “estilo de gestão “de Bolsonaro, parte da elite e da classe política, de grande parte da mídia e de integrantes de instituições e poderes torna-se defensora de um “sistema corrupto”, derrotado nas urnas, em 2018, pelas ‘pessoas de bem’.

— A questão não é meramente de ordem pessoal, ou seja, não está apenas em torno da pessoa do presidente Jair Bolsonaro, mas, mais do que isso, diz respeito às mudanças que seu governo representa para o país. A população brasileira está consciente de que não se trata de um homem perfeito, mas também não é ingênua para, por causa de seu estilo pessoal, rejeitar as mudanças positivas que imprimiu no governo e permitir que volte ao poder os que assaltaram a nação e envergonharam toda a sociedade — declarou.

Para Marcos Rogério, o Brasil, há dois anos e meio, experimenta uma “mudança extraordinária”. Segundo o senador, não há comprovação de qualquer caso de corrupção envolvendo o governo federal. Ainda segundo ele, a oposição, na CPI da Pandemia, tenta atribuir ao Executivo ilegalidades em torno de um contrato de compra da vacina Covaxin, mas “nenhum centavo de real” sequer saiu dos cofres públicos.

— O Brasil deixou de se iludir com as embalagens que escondiam mentira e corrupção e preferiu apostar na transparência, valorizando mais o conteúdo — disse, referindo a Bolsonaro.

*Agência Senado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CPI: reverendo Amilton de Paula diz que não negociou vacinas

TJAM publica nomeação de mais 14 candidatos aprovados no concurso de 2019

Comissão aprova pensão para filhos afastados de pais com hanseníase antes de 1986