Frente Parlamentar em Defesa da Zona Rural de Manaus realiza primeira reunião na CMM

Manaus-AM-  A primeira reunião da Frente Parlamentar em Defesa da Zona Rural Rodoviária e Ribeirinha, realizada nesta segunda-feira (28/6), da Câmara Municipal de Manaus (CMM), foi conduzida pela vereadora professora Jacqueline (PODE), escolhida como presidente da frente. Também participaram da reunião os vereadores Eduardo Alfaia (PMN), William Alemão (Cidadania), Peixoto (PTC) e Sandro Maia (DEM). Os parlamentares receberam líderes comunitários das estradas AM-010 e BR-174.

A vereadora explica que, o objetivo foi discutir a escolha dos membros da sociedade civil. “A Frente Parlamentar é uma frente mista de lideranças, órgãos não governamentais, sociedade civil organizada. Por esse motivo, começamos a nos reunir com os segmentos pra que a gente escolha quem vai participar”, disse.

A categoria também apresentou pautas com reivindicações de melhorias para a zona rural. Uma das principais discussões foi em relação a infraestrutura dos ramais e estradas. Para a representante do assentamento do Tarumã-Mirim, que fica na br-174, Ana Maria Reis, a frente terá papel importante na busca de melhorias para a comunidade. “Estamos vendo como uma oportunidade para abrir as portas das secretarias para resolver os problemas dos agricultores. A nossa realidade no assentamento, por exemplo, é muito crítica. Estamos desde 1997 no local e hoje necessitamos de tudo praticamente. Não temos infraestrutura, falta viabilidade para tirar nossas produções, temos problemas com saúde e educação”, relatou.

O vereador Eduardo Alfaia (PMN), que também é presidente da Comissão de Agricultura e Política Rural da Câmara Municipal (Comagri/CMM), destacou a importância da frente para a discussão de outros assuntos ligados ao setor rural. “Quando a gente cria essa Frente, enxergo a Câmara dando um grande passo rumo a olhar com mais atenção a zona rural da cidade de Manaus e para discutir os seus inúmeros problemas, como transporte público, saúde, educação, a questão da regularização fundiária, a problemática da energia elétrica. Então, a Frente será porta-voz das comunidades rurais”, completou.

A Frente Parlamentar em Defesa da Zona Rural Rodoviária e Ribeirinha de Manaus foi promulgada na última segunda-feira (21/6). A finalidade é fomentar políticas públicas permanentes para as comunidades, como desenvolvimento econômico, educação e turismo. Além dos vereadores membros, que ainda serão definidos, representantes de organizações da sociedade civil também podem aderir à Frente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CPI da Pandemia aprova quebras de sigilo e requisição de servidores da PF

Câmara aprova texto-base do projeto de privatização dos Correios

Pauta de tramitação da Aleam tem projetos voltados para o meio ambiente e saúde mental