Ex-cantor de boi, vereador Raiff Matos é contra inclusão de identidade de gênero nas escolas

A resolução que inclui o tema diversidade sexual e de gênero nas escolas municipais, foi aprovada no dia 29 de dezembro de 2020

Manaus | AM | Com informações da assessoria de imprensa

O ex-cantor de boi-bumbá e vereador Raiff Matos (DC) ingressou, nesta segunda-feira (18), com pedido de esclarecimento, junto ao Conselho Municipal de Educação (CME), sobre a resolução que trata da inclusão do tema diversidade sexual e de gênero nas escolas municipais.

A resolução foi aprovada no dia 29 de dezembro de 2020 e publicada no Diário Oficial do Município no último dia 13 de janeiro. O pedido de esclarecimento foi acompanhado pelos vereadores Ivo Neto (Patriota), Márcio Tavares (Republicanos) e João Carlos (Republicanos), que fazem parte da bancada evangélica da Câmara Municipal de Manaus (CMM).

A intenção dos vereadores é obter mais informações sobre a resolução aprovada no fim da legislatura passada, tratando de um tema polêmico que exige uma ampla discussão. “Não posso me calar diante deste tema. Concordo que o conhecimento é importante para evitar uma conduta de intolerância, mas existem questões-chave ainda não resolvidas que antecedem esse tipo de resolução”, afirmou o vereador Raiff Matos.

Raiff avalia que o foco principal deveria ser a busca por aumentar a rede de apoio nas escolas e a contratação de pessoal especializado, além da realização de palestras com a presença dos pais para lidar com o tema da diversidade sexual.

“Pedimos vistas exatamente para buscar mais informações antes de tomarmos outras medidas em relação ao conteúdo da resolução”. O vereador explicou que concorda com a inclusão de temas étnico-raciais e de diversidade religiosa nas escolas, mas avalia que questões de gênero exigem uma discussão mais ampla.

Uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Portugal reconhece certificados de vacinação emitidos pelo Brasil

Governo federal cria programa para expandir telecomunicações na Amazônia

Cartórios eleitorais do interior do AM voltam a atender presencialmente