Deputado diz que MPF em Roraima defende pauta de ONGs

George Melo (DC) afirmou que os magistrados passam no máximo três anos no Estado e trabalham pautados pelas Organizações Não Governamentais

Boa Vista | RR

O deputado estadual de Roraima, George Melo (Podemos), disse em entrevista ao O PODER que o Ministério Público Federal (MPF) no Estado “defende pautas de ONGs”. A afirmação foi dada ontem (12), durante manifestação de garimpeiros da região em frente à Assembleia Legislativa roraimense (ALE-RR). O protesto se deu pela visita de uma comitiva do Senado e Câmara Federal que fez diligências para debater a prática de mineração em terras indígenas e o suposto assassinato de uma criança yanomami de 12 anos.

“Infelizmente a maioria das pessoas que estão lá vêm para Roraima para passar dois, três anos e ir embora. Eles estão sempre defendo pautas de ONGs. Essa é a realidade”, disse.

O parlamentar insinuou que os magistrados que atuam na região desconhecem a realidade de Roraima, ao afirmar que quem assinou o laudo antropológico da demarcação da Terra Indígena Raposa Serra do Sol foi um motorista.

“Quem assinou o laudo antropológico da demarcação das terras Raposo Serra do Sol foi o motorista. Isso foi dito por um juiz federal aqui de Roraima”, afirmou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

'Modernização do setor elétrico inclui energia mais barata', diz Ipea

Senador Mecias de Jesus defende benefício para participantes de previdência complementar

Deputados amazonenses manifestam apoio a Marcelo Ramos durante Sessão

Nós usamos cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site.