Comissão da Covid-19 vai debater protocolos de tratamento da doença no Brasil

BRASÍLIA – DF- A Comissão da Covid-19 (CTCOVID19) ouve nesta segunda-feira (19), às 10h, representantes do Conselho Federal de Medicina (CFM) e do Instituto Questão de Ciência (IQC), além de especialista na área de medicina intensiva. O objetivo da audiência pública remota é debater sobre os protocolos utilizados no tratamento da covid-19 no Brasil.

Participarão da reunião Donizetti Dimer Giamberardino Filho, 1º vice-presidente do Conselho Federal de Medicina; Natália Pasternak, presidente do Instituto Questão de Ciência; e Fabrício Silva, médico intensivista.

O pedido para a realização da audiência pública foi feito pelo senador Wellington Fagundes (PL-MT), relator da comissão. O parlamentar disse estar preocupado com a utilização, por alguns médicos, de medicamentos usados como “tratamento precoce”, que não têm comprovação científica contra a doença.

— Cada cidade, cada região, cada médico pode criar o seu protocolo próprio, e a base desse protocolo é o que mais está se discutindo, como o uso da cloroquina, da ivermectina e outros medicamentos, em que grande parte fala da ineficácia desses tratamentos — argumentou o senador em reunião do grupo realizada no dia 17 de março.

O colegiado foi criado em fevereiro com a finalidade de acompanhar assuntos relacionados à pandemia de covid-19. A comissão é composta por 12 senadores e igual número de suplentes, sendo o senador Confúcio Moura (MDB-RO) o presidente do grupo e, o vice-presidente, o senador Styvenson Valentim (Podemos-RN).

 

Fonte: Agência Senado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Amom não vai desistir de tentar barrar aumento de IPTU: 'Abusivo e imoral'

Vereadores de Manaus apoiam projeto que estabelece piso salarial aos profissionais de enfermagem

Congresso deve definir modelo de privatização dos Correios, diz Ministro das Comunicações