Aleam vai criar grupo de trabalho para destravar regularização fundiária no Estado

Manaus-AM-  Liderados pelo presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), deputado Roberto Cidade (PV) e pelo deputado federal Sidney Leite (PSD), parlamentares estaduais se reuniram com trabalhadores e produtores rurais de municípios do Sul do Amazonas, especificamente da comunidade de Santo Antônio do Matupi, em Manicoré (distante 332 km de Manaus em linha reta), além de representantes de Humaitá (590 km) e Novo Aripuanã (227 km).

Roberto Cidade reforçou a importância de tirar do papel os entraves que prejudicam os trabalhadores que geram emprego e renda na região. “Com o grupo de trabalho, vamos dar celeridade para resolver essa pendência que tem prejudicado a vida de muitos amazonenses. Vamos elaborar uma minuta e enviar um indicativo ao Governo do Estado para regulamentar a questão do licenciamento e a questão fundiária. Todos os setores do legislativo que podem trabalhar nisso vão se empenhar pra que isso aconteça”, disse Cidade.

Complementando a fala do presidente, o deputado Federal Sidney Leite (PSD), pontuou a necessidade de fortalecer o Instituto Ambiental do Amazonas (Ipaam), para atender as necessidades do interior e capital. “Nós precisamos trabalhar para o fortalecimento do Ipaam, para que ele possa, efetivamente, atender as necessidades tanto de quem trabalha na atividade agropecuária, quem trabalha no extrativismo, mas também de quem empreende nos centros urbanos, principalmente, na cidade de Manaus, para garantir a manutenção de emprego e renda para o nosso Estado”, destacou.

A vereadora Adrienne Cidade (PSC), vice-presidente única mulher no parlamento municipal de Manicoré e que, anteriormente, trouxe a situação dos representantes do sul do Amazonas ao presidente Roberto Cidade e foi encaminhada, junto ao grupo para uma reunião com o diretor-presidente do órgão ambiental, argumentou que o que as pessoas querem é trabalhar e assim poder gerar emprego e renda. “Eles querem a legalidade e querem trabalhar, e é em busca disso que nós estamos aqui. Estamos pedindo que os deputados possam olhar pelas pessoas do Sul do Amazonas, para que possam continuar trabalhando, gerando emprego e renda e sustentando até mesmo suas próprias famílias”, pontuou.

Setor em queda

De acordo com a presidente da Associação de Madeireiros da Região de Santo Antônio do Matupi, Rosa Valentim, o distrito possui cerca de 23 madeireiras que, atualmente, estão com atividades paralisadas. “Todas as madeireiras estão paradas e com seus funcionários desempregados. Temos tentado segurar as demissões, mas não conseguimos. Hoje, em Matupi, a gente fica sem esperança, sem saber se vamos conseguir resolver. A ilegalidade só existe porque não existe a regulamentação. Essa reunião significa o começo de uma nova era para nós que moramos no Sul do Amazonas”, disse Valentim.

Já o representante dos manejadores florestais de Novo Aripuanã, João Correia, mencionou que a suspensão de manejos florestais gerou demissões e perdas para o comércio local. “O setor trouxe muito desenvolvimento para nossa região, mas agora estamos com o pessoal na rua, as indústrias fechadas e isso é inaceitável”, ressaltou Correia.

O presidente Roberto Cidade considerou a reunião produtiva e importante para destravar a regularização fundiária e licenças ambientais, o que garantirá a retomada das atividades do setor, bem como, o mais importante: geração de emprego e renda.

“Esta legislatura tem feito história e vamos continuar fazendo. Vamos regulamentar o setor fundiário e o transporte aquaviário. Já estamos atrasados nisso, mas tivemos a bancada federal, aqui hoje representada pelo deputado federal Sidney Leite, tivemos vários deputados e esta casa está de mãos dadas para gente poder destravar e finalmente regulamentar o setor fundiário do Estado do Amazonas”, finalizou.

Participaram da reunião, mais de 20 representantes do setor, entre eles, o presidente e o vice-presidente da Câmara Dirigente Lojistas de Humaitá (CDL), Euclides Dobri Junior Soder e Danilo Mitre, além  dos deputados estaduais, Angelus Figueira (DC), Cabo Maciel (PL), Delegado Péricles (PSL) e Tony Medeiros (PSD).

 

*Com informações da assessoria de comunicação

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Terra nega ‘gabinete paralelo’ e diz que STF ‘limitou’ Bolsonaro; senadores reagem

Capitão Carpê propõe PL que autoriza Guarda Municipal a fazer patrulhamento preventivo

Projeto de Lei prevê garantia de vagas a PCDs em cargos comissionados