Peixoto reconhece empenho do Executivo ao anunciar criação de novo programa social para ajudar autônomos

Manaus-AM | Com informações da Assessoria

O líder do Partido Trabalhista Cristão (PTC), Vereador Peixoto, elogiou a criação de um novo programa social que contemplará profissionais autônomos impossibilitados de trabalhar nesse período, por conta do decreto do governo do Estado, que foi anunciado hoje (8), pelo prefeito de Manaus, David Almeida (Avante), durante a leitura da mensagem anual, realizada na sessão solene de abertura dos trabalhos da 18ª Legislatura da Câmara Municipal de Manaus (CMM).

Para o Vereador Peixoto, a ajuda é bem vinda diante do cenário econômico imposto pela pandemia. “O benefício injetará na economia recursos que auxiliarão na retomada da atividade econômica do município, além de servir de complemento de renda para os profissionais que autônomos atingidos pelas restrições impostas pelo decreto governamental e pela necessidade de isolamento social.”

Em seu pronunciamento, o prefeito explicou que aquelas famílias já contempladas pelo ‘Auxilio Manauara’ não terão acesso ao programa, que contemplará com R$100 reais, profissionais autônomos.

David Almeida também enfatizou que a maior parte do trabalho desenvolvido será envidado ao enfrentamento da COVID-19, ao destacar que o momento vivemos é o pior da história sanitária de Manaus. O prefeito anunciou também que irá, nesta terça-feira, 9/2, à Brasília (DF), solicitar recursos extras para Manaus.

“Nós estamos buscando soluções para os problemas que estamos enfrentando já no primeiro mês da nossa administração. São esses os desafios que nos cabem, como administradores e gestores públicos, ou seja, solucionar”, disse David Almeida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Deputado João Luiz apresenta Projeto de Lei que cria a 'Cesta Básica Popular no Amazonas'

Comissão de Indústria da Câmara quer derrubada de resolução que afeta polo de duas rodas

Joana Darc solicita a inclusão imediata das pessoas com deficiência no grupo prioritário de vacinação