Vereador de Manaus cobra políticas públicas para ciclistas na cidade

Manaus-AM-  O vereador Rodrigo Guedes (PSC) utilizou suas redes sociais, nessa quinta-feira (22/7), para denunciar mais um caso de atropelamento de ciclistas em Manaus. Desta vez, o caso ocorreu na Avenida Brasil, zona Oeste da capital, e o ciclista foi levado ao Pronto Socorro João Lúcio. Para o vereador, este é mais um reflexo da falta de infraestrutura que garanta segurança aos ciclistas na capital amazonense.

“Mais um ciclista foi atropelado em Manaus, hoje, na Avenida Brasil. Dessa vez por um ônibus de linha do sistema de transporte coletivo de Manaus. Semana passada foi outro na estrada da Ponta Negra e os acidentes se repetem e multiplicam sem nenhuma ação para diminuírem. O ciclista está no Pronto Socorro João Lúcio, em situação gravíssima, teve traumatismo craniano e já passou por três cirurgias. Até quando? Vidas de ciclistas importam!”, afirmou o parlamentar.

Como forma de implementar políticas públicas de incentivo ao uso da bicicleta e garantir infraestrutura cicloviária, o vereador, que também faz uso do meio de transporte, propôs a Frente Parlamentar da Bicicleta e da Proteção e Defesa dos Direitos e Interesses dos Ciclistas. A Frente foi aprovada pela Câmara Municipal de Manaus (CMM). Para o vereador, o aumento do número de mortes de ciclistas é um ponto grave.

“Nos rankings nacionais, nós estamos em último lugar no quesito infraestrutura cicloviária. A Frente é importante para que nós possamos reverter essa situação, impulsionar a bicicleta como meio de transporte e prática de atividades físicas nessa especificidade da cidade de Manaus”, afirmou o parlamentar.

 

*Com informações da assessoria de comunicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rosa Weber mantém Hugo Levy afastado do cargo de juiz do TJAM

Carlinhos Bessa agradece Wilson Lima por CETI de Tefé

TCE-AM muda para quarta-feira o julgamento das contas de ex-gestores de Arthur Neto e Amazonino Mendes