Votação no STJ mantém Wilson Lima no cargo e frustra oposição

Para juristas, a decisão de não afastar o governador Wilson Lima mostrou que não existe convencimento de fato na ação que busca criminalizar a cúpula do governo do Amazonas

Manaus | AM

A decisão da Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça (STJ) de aceitar a denúncia do Ministério Público Federal (MPF) contra o govenador do Amazonas Wilson Lima (PSC), e de descartar o afastamento do chefe do Executivo Estadual, frustrou a base de oposição, nesta segunda-feira (20).

A oposição falava em provas “robustas” para justificar o afastamento do governador do Amazonas, mas o mesmo convencimento não ocorreu por parte do relator Francisco Falcão e dos demais ministros do STJ, que resolveram manter o governador no comando do Estado.

Para juristas, a decisão de não afastar o governador mostrou que não existe convencimento de fato na ação que busca criminalizar a cúpula do governo do Amazonas. Ainda de acordo com juristas, a decisão do STJ de receber a denúncia contra o governador é considerada algo natural no processo em questão, levando em consideração a necessidade de investigação e entendimento sobre os questionamentos apontados.

Vitória

Cientistas políticos acreditam que a decisão sinaliza uma vitória política de Wilson Lima, que ganha tempo para apresentar defesa e argumentos. Em resposta, o governador do Amazonas considerou a decisão sem fundamento e sem base concreta. Confira a nota na íntegra.

“Sobre a decisão de hoje, afirmo: as acusações contra mim não têm fundamento e tampouco base concreta, como ficará provado no decorrer do julgamento. Nunca recebi qualquer benefício em função de medidas que tomei como governador”, escreveu o governador em suas redes sociais.

E completou: “A acusação é frágil e não apresenta nenhuma prova ou indício de que pratiquei qualquer ato irregular. Agora terei a oportunidade de apresentar minha defesa e aguardar, com muita tranquilidade, a minha absolvição pela Justiça. Tenho confiança na Justiça e a certeza de que minha inocência ficará provada ao final do processo”, finalizou ele.

‘Agora terei a oportunidade de apresentar minha defesa e aguardar a minha absolvição’, diz Wilson Lima após denúncia aceita pelo STJ

Defesa

Ainda nesta segunda, o advogado Nabor Bulhões que defende o governador Wilson Lima ,afirmou que é abusiva e ilegal a sustentação contra o chefe do Executivo do Amazonas. “Diria que poucas vezes vi o Ministério Público atuar tão incisivamente no que denominaria de uso abusivo do poder de denunciação. Estamos a cuidar de uma investigação que envolve a aquisição de 28 ventiladores pulmonares. Essa aquisição estaria relacionada RDL/2020 instaurado pela Secretaria de Saúde do Estado do Amazonas (SES-AM), no contexto de uma pandemia, onde todos sabem os equipamentos são muito escassos, tanto no plano interno, quanto internacional”, disse o jurista.

‘PGR usou poder abusivo de denúncia contra Wilson Lima’, diz advogado doe governador ao STJ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ALEAM aprova lei que regulamenta cobrança de ICMS da Amazonas Energia

Peixoto defende melhoria do sistema de telefonia móvel e fixa na zona rural de Manaus

STF derruba artigos da Reforma Trabalhista que restringiam gratuidade