Quatro desembargadores votam contra cassação do deputado Saullo Vianna

Manaus-AM-  Em procedimento sigiloso de votação no Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM), quatro desembargadores votaram contra a cassação do deputado estadual Saullo Vianna (PTB) na manhã desta terça-feira (4), no entanto, por causa de um pedido de vista do desembargador Luís Felipe Avelino Medina o jugalmento foi novamente adiado no Pleno da Corte Eleitoral.

A ação contra Vianna foi movida pelo suplente dele, o coronel da Polícia Militar do Amazonas (PMAM), Amadeu Soares.

O Ministério Público Eleitoral (MPE) apresentou parecer pela improcedência na ação de impugnação de mandato eletivo por falta de provas.

O desembargador Jorge Lins, relator do processo, votou contra a cassação do parlamentar. Ele foi seguido na mesma linha pelos desembargadores Marco Antônio Pinto da Costa, Victor André Liuzzi Gomes e Fabrício Frota Marques.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Wilson Lima entrega 3 toneladas de alimentos na Zona Sul de Manaus

Aproximação de Dermilson Chagas e Eduardo Braga fica explícito nas redes sociais

O desafio das deputadas da Aleam para conciliar política e maternidade