Escola Judiciária Eleitoral do TRE-AM tem novos gestores

Os desembargadores eleitorais Victor Liuzzi Gomes e Fabrício Frota Marques são os novos diretor e vice-diretor da unidade, respectivamente

Manaus | AM | Com informações da assessoria de imprensa

A Escola Judiciária Eleitoral (EJE) do Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) passa a contar com dois novos diretores: os desembargadores eleitorais Victor Liuzzi Gomes e Fabrício Frota Marques, sendo este último vice.

De acordo com a EJE, o objetivo é intensificar os trabalhos com cursos e palestras junto aos magistrados, servidores e jurisdicionados, aproveitando os recursos oferecidos pela tecnologia, tendo sempre em mente as imposições criadas pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19), enquanto elas perdurarem.

A intenção da nova diretoria é aproximar o Estado de nomes de relevância e que acrescentem ao ensino e à discussão do Direito Eleitoral. Vale destacar que Liuzzi atuou no TRE-AM como membro titular, entre os anos de 2010 e 2014, e também como membro substituto, tendo sido escolhido em 2020 para cumprir novo biênio atuando na Corte Eleitoral.

Jál Fabrício Frota Marques salientou a honra, alegria e a responsabilidade em conduzir a vice-diretoria da EJE. “Sob o comando do nosso diretor, priorizaremos, dentre outras atividades, o debate acadêmico acerca dos temas contemporâneos mais relevantes no âmbito do Direito Eleitoral, promovendo palestras, seminários, cursos e simpósios”, disse o magistrado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ministério da Economia publica regra que permite elevar salários de Bolsonaro e Mourão

Wilson Lima entrega 3 toneladas de alimentos na Zona Sul de Manaus

Aproximação de Dermilson Chagas e Eduardo Braga fica explícito nas redes sociais