Decretos da pandemia foram descumpridos por mais de 90 pessoas nos últimos sete meses em Presidente Figueiredo

O município de Presidente Figueiredo registrou, no período de sete meses, a marca de 500 processos de menor potenciais ofensivos arquivados, incluindo processos de Infração de Medida Sanitária Preventiva

Manaus | AM | Com informações da assessoria de imprensa

Mais de 90 pessoas descumpriram os decretos da pandemia da Covid-19, os quais estão inseridos na Lei n. 9.099/95, no município de Presidente Figueiredo nos últimos sete meses. É o que contabiliza o Juizado Especial Criminal da Comarca daquela cidade.

A Comarca registrou, nesse período de sete meses, a marca de 500 processos de menor potenciais ofensivos arquivados, incluindo processos de Infração de Medida Sanitária Preventiva, que é onde estão inseridas as 90 pessoas.

No começo do ano de 2021, em meio à pandemia, a Comarca da Terra das Cachoeiras, como também é conhecido Presidente Figueiredo, se encontrava com o quantitativo de 873 processos, onde até julho de 2021, este número diminuiu para a marca de 372 processos.

Todo esse quadro, explica o juiz titular do Juizado Especial Criminal da Comarca de Presidente Figueiredo, Roger Luiz Paz de Almeida, demanda um grande esforço conjunto de toda a equipe, visando à realização de audiências, decisões e sentenças.

O magistrado destaca, ainda, como impacto positivo, que o sistema de tramitação processual utilizado permitiu uma agilidade maior nos arquivamentos.

“A pandemia trouxe diversos obstáculos no caminho, levando colegas de trabalho, amigos e familiares, mas isso não impediu este Juízo e sua equipe de não medirem esforços para diminuir o acervo da Comarca, primando por uma Justiça célere e eficiente”, destacou o juiz Roger.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adepol de Mário Aufiero sofre derrota definitiva no STF e confirma que comissário nunca foi delegado

Aliados do governo acreditam que MP vai arquivar relatório final da CPI da Pandemia

Em reunião com a OAB-AM, TRE-AM define prazos para eleição da entidade