1ª Vara do Tribunal do Júri da Comarca de Manaus retoma julgamentos

O primeiro processo levado a júri popular, nesta segunda-feira (5), tinha como réus Manuel Ferreira Alexandre e Maria da Piedade Ferreira da Silva, que foram absolvidos da acusação de homicídio

Manaus | AM | Com informações da assessoria de imprensa

O Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), por meio da 1ª Vara do Tribunal do Júri da Comarca de Manaus, retomou, nesta segunda-feira (5), a pauta de julgamentos em plenário de crimes de homicídio, tentativa de homicídio e feminicídio, que estavam suspensos devido à pandemia da Covid-19.

Conforme o Cartório da 1ª Vara, a unidade pautou 86 sessões de julgamentos para este semestre, com a última delas programada para o dia 16 de dezembro. As sessões serão presididas pelos magistrados Celso Souza de Paula e Mateus Guedes Rios.

Durante as sessões de julgamento realizadas pelas Varas do Júri nessa fase da retomada do Plano de Retorno Gradual das Atividades Presenciais do TJAM, será obrigatório o uso de máscaras; as pessoas que foram participar dos trabalhos em plenário terão a temperatura aferida e serão observadas as medidas de distanciamento, sem a presença de pessoas na plateia.

O primeiro processo levado a júri popular nesta segunda-feira foi o de n. 0002795-03.1996.8.04.0011, que tinha como réus Manuel Ferreira Alexandre e Maria da Piedade Ferreira da Silva, os quais foram absolvidos pelo Conselho de Sentença da acusação do homicídio que teve como vítima Moiséis Ferreira da Silva.

Nesta terça-feira (6), será julgado em plenário o processo com o n. 0043774-65.2000.8.04.0011, que tem como réu Lucimar Calado de Almeida, acusado de tentativa de homicidio contra Graziene Duarte Saboia. A sessão de julgamento está pautada para iniciar às 8h30, sob a presidência do juiz de direito Mateus Guedes Rios.

3ª Vara

Na quarta-feira (7), será a vez da 3ª Vara do Tribunal do Júri da Comarca de Manaus retomar a pauta de julgamentos em plenário. Nesse dia será julgado Karder Júnior Serrão dos Santos, vulgo ‘Júnior’, que no processo n. 0243915-42.2014 é acusado de matar Adanos Alves da Silva e de tentativa de homicídio contra a esposa desse, Vanderlane Souza da Silva.

A 2ª Vara do Tribunal do Júri da Comarca de Manaus abrirá os trabalhos de julgamento em plenário no início do mês de agosto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carlinhos Bessa agradece Wilson Lima por CETI de Tefé

TCE-AM muda para quarta-feira o julgamento das contas de ex-gestores de Arthur Neto e Amazonino Mendes

Câmara pode votar nesta terça-feira MP sobre suspensão de contratos de trabalho na pandemia