Ibovespa; futuro abre em queda seguindo bolsas internacionais

INTERNACIONAL | Nos Estados Unidos, o dia volta ao normal hoje após o feriado da véspera. Para o dia são esperados o pronunciamento de membros do Federal Reserve, como Charles Evans e John Williams.

09/10/2018 09:13

Comunicar Erro

INTERNACIONAL | Após fecha a sessão de ontem com forte valorização surfando no resultado do primeiro turno das eleições, o índice futuro do Ibovespa abre a terça-feira com perdas de 0,90% aos 85.672 pontos, seguindo a tendência negativa das bolsas internacionais.

Os índices acionários da China fecharam sem direção comum nesta terça-feira diante das preocupações com as perspectivas de crescimento, apesar dos movimentos de Pequim para sustentar a economia e conter os efeitos da intensificação da guerra comercial com os Estados Unidos.

“O mercado de ações tende a cair quando as condições monetárias são afrouxadas … já que os investidores se concentram na situação de curto prazo da economia e não nos possíveis efeitos de médio prazo do afrouxamento. Com isso em mente, acreditamos que os mercados acionários da China vão recuar novamente mais tarde neste ano”, disseram analistas da Capital Economics em nota.

Nos Estados Unidos, o dia volta ao normal hoje após o feriado da véspera. Para o dia são esperados o pronunciamento de membros do Federal Reserve, como Charles Evans e John Williams.

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) de São Paulo iniciou outubro com avanço de 0,43 por cento na primeira quadrissemana do mês, após alta de 0,39 por cento em setembro, informou a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) nesta terça-feira.

O IPC-Fipe mede as variações quadrissemanais dos preços às famílias paulistanas com renda mensal entre 1 e 10 salários mínimos.

Por aqui, o dia deve ser reservado para a expectativa do posicionamento dos partidos para o segundo turno das eleições. A tendência é que o PSDB nacional declare neutralidade, liberando os candidatos nos estados a realizar as alianças que convenientes. Já o PSB e PDT devem confirmar apoio a Fernando Haddad (PT).

Com a redução de 0,3% na produção industrial nacional, seis dos 15 locais pesquisados mostraram taxas negativas de julho para agosto de 2018, na série com ajuste sazonal.

Os recuos mais acentuados foram observados no Amazonas (-5,3%), Pará (-1,1%), Espírito Santo (-0,9%), São Paulo (-0,9%), Santa Catarina (-0,7%) e Rio de Janeiro (-0,3%). Por outro lado, Mato Grosso (3,0%), Bahia (2,7%) e Pernambuco (2,6%) apresentaram os avanços mais acentuados no mês. Ceará (1,5%), Região Nordeste (1,5%), Rio Grande do Sul (0,8%), Paraná (0,7%), Minas Gerais (0,5%) e Goiás (0,2%) completaram o conjunto de locais com resultados positivos.

Bolsas Internacionais

Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 1,32 por cento, a 23.469 pontos. Em HONG KONG, o índice HANG SENG caiu 0,11 por cento, a 26.172 pontos. Em XANGAI, o índice SSEC ganhou 0,17 por cento, a 2.721 pontos. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, retrocedeu 0,07 por cento, a 3.288 pontos.

Na Europa, com os mercados abertos, a sessão é marcada mais uma vez por perdas. Em Frankfurt, o DAX registra queda de 0,46% aos 11.891,62 pontos, enquanto que em Londres o FTSE cai 0,33% aos 7.209,90 pontos. Já em Paris, o CAC perde 0,24% aos 5.287,49 pontos.

Commodities

A jornada desta terça-feira foi marcada pela forte valorização dos contratos futuros do minério de ferro na bolsa de mercadorias de Dalian, na China. O ativo mais negociado, para janeiro de 2019, teve ganhos de 2,62% e fechou o dia a 509,00 iuanes por tonelada, variação diária equivalente a 13,00 iuanes para cada tonelada do produto.

A sessão também foi positiva para os contratos do vergalhão de aço, que são transacionados na também chinesa bolsa de mercadorias de Xangai O ativo de maior volume de negócios, para janeiro do ano que vem, teve valorização de 98 iuanes para 4.039 iuanes por tonelada. Já o segundo papel mais negociado, para maio do próximo calendário, os ganhos foram de 64 iuanes para 3.753 iuanes por tonelada.

A terça-feira também é positiva para a cotação do petróleo nos mercados internacionais. Em Nova York, o barril do tipo WTI soma 0,69%, ou US$ 0,51, a US$ 74,80. Já em Londres, o Brent é negociado com valorização de 0,87%, ou US$ 0,73, a US$ 84,64.

Mercado Corporativo

O grupo norueguês Norsk Hydro obteve permissão das autoridades brasileiras para reiniciar a produção na refinaria de alumina Alunorte, a maior do mundo, localizada no Pará, com a metade da capacidade, informou a produtora de metais em comunicado divulgado nesta terça-feira.

A empresa disse na semana passada que fecharia a refinaria, bem como a mina de bauxita de Paragominas, em meio a uma disputa ambiental persistente que manteve as instalações operando a 50 por cento da capacidade desde março.

A decisão de fechar a refinaria e de demitir 4.700 pessoas foi tomada quando o depósito de resíduos de bauxita da empresa estava prestes a atingir sua capacidade total, mas a Hydro conseguiu na segunda-feira a permissão para usar uma tecnologia para aliviar a situação, disse a empresa.

“A Alunorte deverá ser capaz de aumentar a produção em até 50 por cento em duas semanas”, disse a Hydro sobre a usina, que em capacidade total pode produzir cerca de 6,4 milhões de toneladas de alumina, ou 10 por cento da capacidade mundial fora da China.

Os consumidores brasileiros devem aproveitar a Black Friday para antecipar compras de fim de ano, apesar de estarem mais cautelosos por conta das incertezas no cenário político e na economia, mostrou uma pesquisa divulgada nesta segunda-feira pelo site comparador de preços Zoom.

Segundo o levantamento, 95 por cento dos 9 mil entrevistados planejam aproveitar a Black Friday, que este ano cairá em 23 de novembro, e 62 por cento pretendem antecipar as compras de Natal.

Apesar da relevância cada vez maior da Black Friday para o varejo, a pesquisa também indica uma postura mais cautelosa entre os consumidores este ano, com 67 por cento dos entrevistados descartando o uso do 13º salário na data.

“Tem impacto das eleições e da própria crise. As pessoas estão mais conscientes em não criar novas dívidas ou comprometer orçamento”, disse o diretor executivo do Zoom, Thiago Flores.

A empresa chinesa de internet Tencent pagou 180 milhões de dólares por uma participação minoritária na empresa brasileira de tecnologia financeira e emissora de cartões Nubank, anunciaram as empresas nesta segunda-feira. O movimento marca a estreia da Tencent no Brasil e ocorre no momento em que o Nubank se prapara para começar a conceder crédito a consumidores até o final do ano, indo além da emissão de cartões de crédito e abertura de contas de pagamento digital.

Em janeiro, o Nubank recebeu aprovação do Banco Central para oferecer empréstimos a consumidores.

A Petrobras (PETR4) reduzirá o preço médio da gasolina em suas refinarias em 1,2 por cento, para 2,1889 reais por litro, a partir de terça-feira, após manter o valor do produto estável por 11 dias, de acordo com informação do site da estatal.

A redução do valor médio nas refinarias ocorre após pesquisa da reguladora ANP apontar um preço médio recorde nominal nos postos do Brasil na semana passada, de 4,7 reais por litro, o que representou uma alta de 0,09 por cento ante a semana anterior.

A atual política de preços da companhia busca manter a paridade de preço internacional em busca de rentabilidade.

Entretanto, para reduzir a volatilidade no mercado interno de gasolina, adotou recentemente um instrumento de hedge que permite segurar possíveis reajustes por até 15 dias, sem incorrer em perdas.

A operadora de planos de saúde SulAmérica (SULA11) anunciou nesta segunda-feira que assinou contrato para comprar 100 por cento da empresa de assistência odontológica Prodent, pelo preço base de 145,7 milhões de reais.

Em fato relevante, a SulAmérica afirmou que a Prodent, com sede em São Paulo, é a oitava maior operadora de planos odontológicos do país e que teve em 2017 receita operacional de cerca de 100 milhões de reais.

“Com essa aquisição, a SulAmérica irá acrescentar mais de 400 mil beneficiários à sua carteira de planos odontológicos, atingindo a marca de cerca de 1,5 milhão de beneficiários”, afirmou a SulAmérica no documento.

Agenda de Autoridades

A terça-feira do presidente Michel Temer tem como único compromisso oficial a participação na Cerimônia de Anúncio de Vagas para Comunidades Terapêuticas de Acolhimento de Dependentes Químicos.

Já o dia do ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, começa com a participação na 4ª Reunião extraordinária do Conselho Nacional de Política Energética (CNPE). Em seguida, tem reunião com Valter Casimiro, ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, fechando o dia com audiência com Roberto Jaguaribe, embaixador/presidente da APEX Brasil.

O fim do primeiro turno da eleição para governador em Minas Gerais, que trouxe como surpresa a liderança de Romeu Zema (Novo) para a disputa do segundo turno contra Antonio Anastasia (PSDB), pode fazer com que o programa de desinvestimentos da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig (CMIG4)), em especial a oferta de ações da Light (LIGT3) seja acelerado.

De acordo com a Coluna do Broad, do Estadão, desde o final do ano passado é analisada uma oferta subsequente (follow on) da Light. A operação faz parte da estratégia de venda de ativos não estratégicos visando a melhorar seu perfil financeiro.

A publicação lembra que a Cemig informou, no mês de agosto, que um memorando de entendimentos não vinculante foi acertado com a GP Investments, para que os fundos administrados pela gestora façam a ancoragem de parte da oferta.

A Light é um dos ativos que constam de um amplo plano de desinvestimentos da Cemig, que realizou nesta quinta-feira um leilão de seus negócios em telecomunicações, arrematados por um total de quase 650 milhões de reais pela norte-americana American Tower e pela Algar Soluções.

Além da Light, a Cemig tem focado esforços para desinvestir também de sua participação na hidrelétrica de Santo Antônio, em Rondônia, e para viabilizar a venda de um parque eólico por sua controlada Renova Energia (RNEW11), que enfrenta dificuldades financeira.